Quinta-feira 22 de Agosto de 2019
Inicio / Noticias / Festa de Nossa Senhora da Orada, expressiva manifestação de devoção mariana em Albufeira

Festa de Nossa Senhora da Orada, expressiva manifestação de devoção mariana em Albufeira

Todos os actos se revestiram de grande brilhantismo e foram presididos pelo Reverendo Cónego José Rosa Simão (Pároco de Albufeira). No dia 13 de Agosto no Centro Paroquial da Orada, ao Meio Dia, houve a tradicional salva de foguetes e o toque sineiro das Avé Marias. Mais tarde teve lugar a abertura da exposição fotográfica e documental sobre o «Culto a Nossa Senhora da Orada em Albufeira». Ao princípio da noite foi rezado o Santo Terço, seguindo-se a procissão das velas e, no final, a solene Concelebração Eucarística. No dia seguinte e após a alvorada com foguetes e repique festivo dos sinos da Igreja Matriz, houve, na Ermida da Orada o acolhimento aos peregrinos e visitantes, o pagamento das promessas e a visita à exposição sobre a Orada e a sua História, comportando também as vestes de Nossa Senhora e os ex-votos. Pelas 12 horas, na Igreja Matriz, foi celebrada a Eucaristia e prestada pública homenagem ao Pároco Cónego José Rosa Simão pelos seus 45 anos de sacerdócio, louvando-se a agradecendo-se a Deus Pai o que tem sido a acção evangélica e a total entrega vocacional deste sacerdote algarvio. De novo na Ermida da Orada foi celebrada, pelas 16 horas, a Missa Solene da Festa da Assunção de Nossa Senhora. Seguiu-se a procissão pela Mar com os pescadores transportando a Imagem da Padroeira e a Bênção do Mar, com sermão alusivo no final do cortejo processional. No recinto da Orada actuou à noite, durante um espectáculo musical, Frei Hermano da Câmara, encerrando os festejos neste dia com uma monumental sessão de fogo de artificio no Porto de Abrigo da Balieira. Na 2ª feira, 15 de Agosto, Festa da Assunção de Nossa Senhora, foram celebradas as Solenes Eucaristias, no Templo Paroquial, às 10 e 12 horas e pelas 19 horas na Ermida da Orada.

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …