Após a apresentação dos seus corpos sociais, o presidente da direcção da AJMAL introduziu a associação, referindo-se à sua origem e aos seus objectivos. João Cabral explicou ainda a finalidade de procurar «abrir portas» à intervenção cívica dos cidadãos, seguindo-se a intervenção de três jovens sobre as áreas desportiva, social e cultural. Foi igualmente apresentado o sítio da associação na Internet que já pode ser consultado www.ajmal.pt. O presidente da Câmara de Aljezur disponibilizou o apoio da autarquia para o que fosse necessário e alguns dos presentes pronunciaram-se, congratulando-se com esta iniciativa dos jovens do concelho. Recorde-se que a AJMAL é uma associação sem fins lucrativos criada a partir da movimentação que já anteriormente mobilizava os jovens das paróquias de Aljezur, Bordeira e Odeceixe, intitulada ‘Taizé em Movimento’, com vista à angariação de fundos para as suas peregrinações a Taizé, bem como para a sua participação nos encontros europeus promovidos por aquela comunidade ecuménica. A nova associação que já conseguiu angariar mais de 50 sócios, tem objectivos sociais, culturais e desportivos, procurando envolver os jovens do concelho, e não só, em actividades relacionadas com aquelas áreas. A AJMAL tem como sede provisória a casa paroquial e está também aberta a jovens que não professem a fé católica ou até sem qualquer religião, tendo por isso sido significativa a presença do pastor protestante local na sua apresentação. Entre os projectos previstos, a associação equaciona a constituição de uma equipa masculina e feminina de andebol, a criação de um Centro de Explicações em colaboração com professores de Lagos, a colaboração com a Santa Casa da Misericórdia de Aljezur para o apoio aos idosos, bem como um intercâmbio com a comunidade brasileira com vista a ajudar na sua integração. Actualmente está já a promover aulas de guitarra ao abrigo de um protocolo celebrado com a Escola EBI + JI de Aljezur.