Inicio / Sociedade / Cáritas e escuteiros promovem juntos ‘10 Milhões de Estrelas’ e ‘Luz da Paz de Belém’

Cáritas e escuteiros promovem juntos ‘10 Milhões de Estrelas’ e ‘Luz da Paz de Belém’

A Cáritas Diocesana do Algarve e a Junta Regional do Corpo Nacional de Escutas (CNE), à semelhança do que acontecerá este ano a nível nacional, vão promover pela primeira vez em conjunto a manifestação pública da campanha ‘10 Milhões de Estrelas – Um Gesto pela Paz’ e a celebração da ‘Luz da Paz de Belém’.

“Depois de avaliada a possibilidade de conciliar a campanha ‘10 Milhões de Estrelas – Um Gesto pela Paz’ da Cáritas e a atividade ‘Luz da Paz de Belém’ do Corpo Nacional de Escutas, este ano, pela primeira vez, realizar-se-ão ambas as iniciativas no mesmo dia. Não esqueçamos que ambas as atividades procuram promover uma maior e melhor vivência do tempo do Natal, pelo que se justifica, à semelhança do que acontece noutras regiões, que demos as «mãos» e façamos acontecer este gesto de comunhão”, explica a missiva do assistente regional do CNE, o padre Nelson Rodrigues, enviada aos agrupamentos escutistas da região algarvia, à qual Folha do Domingo teve acesso.

Assim, a chama que este ano será usada nesta 15ª edição da campanha de Natal da Cáritas será a que virá do local atribuído ao nascimento de Jesus, trazida anualmente há seis anos da vizinha Diocese de Huelva (Espanha) por escuteiros algarvios.

A iniciativa conjunta, realizada no dia 16 deste mês, em Olhão, terá início pelas 20h45 no Jardim Pescador Olhanense, com a chegada da ‘Luz da Paz de Belém’ e o acendimento da ‘Luz da Paz’ (vela que a Cáritas algarvia entrega anualmente à paróquia que acolhe a manifestação pública da campanha) que será entregue à paróquia local, seguindo depois a “Marcha da Paz” para a igreja matriz, onde será feita a entronização da ‘Luz da Paz de Belém’ e onde terão lugar as intervenções sobre o tema, um momento musical e a difusão da chama pelos presentes que a queiram levar para casa.

A edição deste ano da campanha ‘10 Milhões de Estrelas – Um Gesto pela Paz’ arrancou publicamente, por ocasião do I Dia Mundial dos Pobres, no passado dia 19 de novembro, em que foi assinalado em Lisboa por várias organizações católicas e personalidades públicas como o selecionador nacional Fernando Santos, a deputada Maria da Luz Rosinha ou o cantor Carlos Alberto Moniz. Este ano 65% do total de verbas recolhidas com a venda das velas vai reverter para as famílias carenciadas apoiadas por cada Cáritas Diocesana e os restantes 35% serão para apoiar as vítimas dos fogos na região centro do país.

A Cáritas convida ainda cada português a acender uma vela na noite de 24 de dezembro, véspera de Natal, e a colocá-la à janela de casa. As velas estão à venda nas Cáritas Diocesanas e paróquias e também em estabelecimentos comerciais que se associam à iniciativa e podem ser adquiridas ao preço unitário de um euro ou quatro euros (pack de quatro velas).

A operação ‘10 Milhões de Estrelas – Um Gesto pela Paz’ é uma iniciativa solidária que nasceu em França e que começou a ser promovida em Portugal em 2003, tendo como principal objetivo incentivar a sociedade civil, os cidadãos, a contribuírem para a melhoria das condições de vida de pessoas e povos desfavorecidos, atingidos por fenómenos como a pobreza, a guerra, as catástrofes naturais, as desigualdades sociais.

A campanha tem lugar durante o Advento (tempo litúrgico que precede o Natal no calendário católico) e é concretizada através de manifestações públicas de natureza religiosa, cívica, cultural e artística, desenvolvidas pela Cáritas Portuguesa e pelas Cáritas Diocesanas.

A tradição da ‘Luz da Paz de Belém’ foi iniciada há cerca de 25 anos, na Áustria, resultante de uma ação caritativa a favor de crianças portadoras de deficiência e de pessoas carenciadas, promovida pela televisão pública austríaca. Desde então, todos os anos uma criança daquele país é convidada a recolher a luz da igreja da Natividade e, a partir de uma celebração ecuménica realizada em Viena, a distribui-la pela Europa, acompanhada de uma mensagem de paz. Desde 1990 muito difundida pelos escuteiros, a ‘Luz da Paz’ é atualmente recebida em cerca de 35 países.

A ‘Luz da Paz’ é também, há 12 anos, recebida em Albufeira, no âmbito do Acordo de Geminação que a cidade mantém com a sua congénere austríaca de Linz e que representa a aproximação das duas cidades e a solidificação de valores de amizade e solidariedade.

Verifique também

Livro do padre Miguel Neto sobre a Igreja na sociedade em rede foi apresentado

O padre Miguel Neto disse ontem à noite na apresentação do livro que resultou da …

Deixe uma resposta