O Dia Diocesano do Catequista reuniu no passado sábado cerca de 228 catequistas de todo o Algarve em Almancil.

Dia_diocesano_catequista_2020-27
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

No encontro, promovido pela Diocese do Algarve através do seu Sector da Catequese da Infância e Adolescência, o bispo diocesano alertou que o catequista “deve ser um entusiasta, um apaixonado da pessoa de Cristo”. “Fica este apelo à conversão, à identificação mais plena da nossa vida, do nosso ser cristão com a pessoa de Cristo”, afirmou D. Manuel Quintas na homilia da eucaristia.

“O catequista tem de ser um entusiasta da pessoa de Cristo porque é a Ele que temos que anunciar e é com Ele que temos que ser catequistas”, acrescentou na jornada que decorreu na igreja paroquial de Nossa Senhora de Fátima.

Dia_diocesano_catequista_2020-14
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

“A conversão é obra para toda a vida, é transformação permanente, é identificação contínua com a pessoa de Cristo para podermos verdadeiramente caminhar, acompanhando aqueles que nos são confiados para este encontro com Ele”, complementou, destacando a importância de se “ser cristão, discípulo de Cristo, a tempo pleno”. “Isto deve refletir-se, de maneira particular, naqueles que assumem este serviço de ser catequistas numa paróquia. O vosso serviço é um serviço de referência no que diz respeito a este caminho de encontro com Cristo”, frisou.

O prelado evidenciou assim o Dia Diocesano do Catequista como “apelo à mudança de vida”, “à conversão” e “a uma identificação mais plena com Aquele que é o conteúdo” do anúncio da catequese. “Aqueles que nos estão confiados, Deus também se serve deles para nos converter, para nos transformar, para nos dizer o que é que temos de fazer”, referiu.

Dia_diocesano_catequista_2020-9
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

O Dia Diocesano do Catequista teve início com a oração da manhã, seguindo-se a apresentação do tema “Com os adolescentes, uma metodologia catequética projetual, participada e comprometida”, pelo padre José Henrique Pedrosa, diretor do Departamento da Educação Cristã da Diocese de Leiria-Fátima.

Padre José Henrique Pedrosa exortou catequistas algarvios a uma catequese “querigmática”, “mistagógica” e “catecumenal” [c/vídeo🎦]

Depois da eucaristia – na qual foram distinguidos quatro catequistas com 25 anos de ministério – e do almoço, o encontro orientado pelo padre Pedro Manuel, diretor do Secretariado Diocesano da Catequese, prosseguiu com a apresentação da campanha para o tempo litúrgico da Quaresma e com a atuação do Coro Municipal de Benavente.

A Diocese do Algarve conta com cerca de 1.000 catequistas ao serviço nas suas cerca de 80 paróquias para a formação de cerca de 9.000 crianças e adolescentes.

no images were found