Inicio / Sociedade / Escuteiros algarvios no «pódio» do ‘Rock in Scouts’ deste ano

Escuteiros algarvios no «pódio» do ‘Rock in Scouts’ deste ano

Os três grupos algarvios do Corpo Nacional de Escutas (CNE) que participaram no último sábado em Évora na 10ª edição do ‘Rock in Scouts’ arrecadaram os três primeiros lugares daquele festival da canção escutista.

Numa nota enviada ao Folha do Domingo, a Junta Regional escutista assinala uma “noite memorável, a nível musical, para a Região do Algarve do CNE e para a Diocese do Algarve”.

Com letra e música de Beatriz Paulino, Bruno Ferreira, Carolina Dias, Catarina Sacramento, Sara Libereiro e Tomás Agapito, o primeiro lugar foi conquistado pelo tema “Um novo amanhã”, interpretado pelos ‘Clavis Dei’, representantes do Agrupamento 714 Albufeira, compostos por Alexandre Marcelino (baixo), Beatriz Alexandre (voz), Beatriz Paulino (voz), Bruno Ferreira (guitarra e voz), Catarina Sacramento (ukulele), Clara Cardoso (voz), Laura Mendes (voz), Luis Teixeira (cajon), Sara Libereiro (voz) e Tomás Agapito (guitarra elétrica).

O grupo ‘Eco 1052’, do Agrupamento 1052 Quarteira, com a canção “Saberei Ser”, obteve o segundo lugar. Esta canção, da autoria de Manuela Espadinha, Francisco Espadinha e Silvério Conceição, foi interpretada por Eva Pardal Correia, Fátima Estrelo, Filipa Brás, Filipa Mestre, Francisco Espadinha, Inês Reis, Marcos Mestre, Margarida Espadinha, Maria Inês Cardoso e Silvério Conceição. O júri considerou ainda o pioneiro Francisco Espadinha como “o intérprete em palco que mais se destacou” nesta edição.

O terceiro lugar foi atribuído à canção “Por Ti”, interpretada pelo grupo ‘Fora de tom’ do Agrupamento 1398 Nossa Senhora do Amparo – Portimão, constituído por Beatriz Ruivinho, Constança Alexandre, Francisco Raimundo, Gonçalo Duarte, Inês Marques, Lara Escudeiro, Mariana Gaspar, Nelson Maló e Sílvia Nobre. A letra do tema foi escrita conjuntamente pela comunidade de Pioneiros do agrupamento e por Rui Norte, sendo este também o autor da música.

Para além dos participantes dos três agrupamentos da Região do Algarve, esteve também presente o chefe regional, José João Cercas Vicente, que no final do mesmo agradeceu aos agrupamentos vencedores e deu os parabéns aos primeiros classificados. 

O festival, que em 2014 já tinha sido ganho pelos algarvios do Agrupamento 1201 da Conceição de Faro, teve este ano lugar no pavilhão do Bacelo e contou com 11 grupos participantes. O evento é promovido pelo agrupamento pelo Agrupamento 890 do CNE e aberto a qualquer associação escutista do país.

Verifique também

Algarve associou-se às iniciativas ‘Terço sem fronteiras’ e ‘Um milhão de crianças rezam o terço’

Na passada quinta-feira à noite, o Algarve voltou a associar-se à iniciativa ‘Terço sem fronteiras’ …