Jornada_pastoral_deficiencia_2017 (13)
Foto © Samuel Mendonça

A Diocese do Algarve promoveu no passado domingo as IV Jornadas Diocesanas da Pastoral a Pessoas com Deficiência.

A iniciativa, sob o tema “Com Maria, somos testemunhas do amor e da alegria”, teve lugar na paróquia de São José das Ferreiras, concelho de Albufeira, promovida pelo Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência da Diocese do Algarve.
O encontro, que contou a participação de utentes da APPDA – Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e Autismo do Algarve, da APPC – Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral de Faro e do Lar Residencial de São Vicente da Santa Casa da Misericórdia de Albufeira, teve início com a receção aos participantes, seguindo-se a apresentação da Jornada e Peregrinação Jubilar da pessoa com deficiência a Fátima, a realizar nos dias 17 e 18 de junho deste ano.

A jornada teve continuidade com a mesa aberta sob o tema “Como vivenciar o Amor e a alegria na diferença” com a participação do assistente do Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência da Diocese do Algarve, o cónego Joaquim Nunes, da animadora social da APPC Vanessa Quaresma, da diretora técnica Suzete e da animadora social Rita Cruz do Lar Residencial de São Vicente da Santa Casa da Misericórdia de Albufeira.

O cónego Joaquim Nunes destacou a importância de ir ao encontro das pessoas portadoras de deficiência. “Este encontro é sempre para levar Jesus e por isso é sempre ocasião de alegria para aqueles que o servem”, afirmou.

Vanessa Quaresma apresentou a APPC, destacando que a instituição existe desde 1982 para acolher pessoas com paralisia cerebral (25 presentemente) com sede em Faro e Lar Residencial e Residência Autónoma no Montenegro. “Queremos a sensibilizar a sociedade para aceitar a diferença. Somos das poucas instituições do sul do país que acompanha os seus utentes desde que nascem até ao fim das suas vidas porque temos várias respostas sociais”, acrescentou, explicando que a instituição procura fazer algumas atividades em conjunto com a paróquia da sua área.

Jornada_pastoral_deficiencia_2017 (4)
Foto © Samuel Mendonça

A moderadora Isabel Ponte, do Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência da Diocese do Algarve e que também trabalha naquela instituição, explicou que a associação ainda não desenvolve “especialmente a dimensão espiritual”. “Não há uma ligação com a paróquia no sentido de estimular a espiritualidade, mas estamos abertos a que isso seja feito”, admitiu, acrescentando, no entanto, que muitos dos utentes que vão às terapias no serviço ambulatório frequentam as catequeses paroquiais das respetivas áreas de residência, tanto em São Luís como na Sé de Faro.

Isabel Ponte defendeu ainda a necessidade de sensibilizar as catequistas para que não haja “medo de receber” as pessoas portadoras de deficiência. “Nós temos muitos meios que podemos pôr ao serviço de modo a articular com as catequeses”, complementou.

As técnicas do Lar Residencial de São Vicente da Santa Casa da Misericórdia de Albufeira, que acolhe 38 utentes, explicaram que a instituição também não trabalha ainda a dimensão espiritual, pese embora tenha igualmente utentes a frequentar a catequese na paróquia das Ferreiras.

A informação de ambas as instituições foi complementada com a apresentação de vídeos.

A manhã concluiu-se com o testemunho de Márcia Rodrigues, médica com especialização em genética, que trabalha com pessoas portadoras de deficiência e realizou também uma missão de dois anos em Angola e Moçambique.

Depois do almoço, realizou-se a ‘Festa da Alegria’ com a participação do duo Fábio e Cesariano Martins, do grupo ‘Descobrir’ da catequese da paróquia das Ferreiras, dos utentes da APPC e do Lar Residencial de São Vicente da Santa Casa da Misericórdia de Albufeira.

Jornada_pastoral_deficiencia_2017 (33)
Foto © Samuel Mendonça

O encontro encerrou-se com a celebração da eucaristia, presidida pelo padre Pedro Manuel, pároco local, no final da qual o diácono Rogério Egídio, assistente do Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência da Diocese do Algarve, sensibilizou para a divulgação da Jornada e Peregrinação Jubilar a Fátima nos dias 17 e 18 de junho.

A jornada contou ainda com a presença de Maria Isabel do Vale e Cristina Joanaz, responsáveis nacionais do Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência.

no images were found