Sexta-feira 23 de Agosto de 2019
Inicio / Igreja / Ir. Lisia Sophiamma celebrou Bodas de Prata da sua consagração religiosa

Ir. Lisia Sophiamma celebrou Bodas de Prata da sua consagração religiosa

D. Manuel Quintas começou por deixar claro que a intenção da Eucaristia era “louvar a Deus pelos 25 anos da consagração da irmã Lisia e pelo dom que estas irmãs constituem” para a Igreja diocesana do Algarve. “A sua presença na nossa diocese é para nós um dom”, frisou. O Bispo diocesano lembrou que o “carisma de cada instituto é caminho de santidade para aqueles que nele se consagram e também caminho de missão e serviço aos outros na Igreja”. Tendo destacado a “consagração e missão” das Missionárias da Caridade, D. Manuel Quintas evidenciou que “o específico deste instituto que é colhido de Cristo crucificado”. “Estas irmãs procuram, com a sua vida e consagração, matar a «sede» de Cristo na cruz, acolhendo o amor que Ele nos tem e fazendo com que esse amor se espalhe e chegue a todos, sobretudo àqueles que são menos amados pelos homens: os mais pobres de entre os pobres”, concretizou o prelado, explicando que a missão cristã leva a “fazer com este amor chegue a todos e desperte em todos idêntica resposta de amor”. Lembrando que “a missão está intimamente ligada à consagração”, o Bispo do Algarve referiu-se à “capacidade que nos é dada pela fé de ver nos outros, particularmente nos que sofrem e nos que são rejeitados, o próprio Cristo”. “Este é o núcleo da missão e consagração deste instituto que se apoia na vida fraterna, que para além de ser sinal e expressão deste amor é também sustentáculo para viver a consagração cristã”, sublinhou. D. Manuel lembrou também que “aqueles que se consagram a Deus e são chamados a viver em comunidade não se escolhem a si, mas são escolhidos por Deus e procuram, na sua liberdade e desejo, responder a esse apelo de Deus”. Após a homilia, a irmã Lisia, natural da Índia, que está no Algarve desde o final de Julho deste ano, renovou os votos da sua consagração. A celebração foi ainda concelebrada pelo cónego José Pedro Martins, pároco da Sé de Faro, onde se localiza a casa das Missionárias da Caridade, e pelos padres Joaquim Nunes, chanceler da Cúria Diocesana e Pedro Manuel, ecónomo e prefeito do Seminário de Faro.

Verifique também

Peregrinação levou cerca de 400 avós ao Santuário da Mãe Soberana

Cerca de 400 avós peregrinaram na última sexta-feira à tarde, no Dia Mundial dos Avós, …