Bodas_ouro_sacerdotais_padre_henrique_varela (11)
Foto © Samuel Mendonça

O padre Henrique Marreiros Varela celebrou 50 anos de ordenação sacerdotal no dia 31 do passado mês de julho.

Na eucaristia de ação de graças que teve lugar no Santuário de Nossa Senhora da Piedade, popularmente evocada como Mãe Soberana, em Loulé, o sacerdote destacou a importância da “força de Deus” no exercício do seu ministério ordenado.

“Não fui escolhido para ser padre por ser melhor do que os outros. Não o sou pelos meus méritos, mas sim pela graça de Deus. É a força de Deus que faz que eu seja quem sou e que o continue a ser”, afirmou o aniversariante na celebração que na parte inicial foi presidida pelo bispo do Algarve, D. Manuel Quintas.

O sacerdote, de 75 anos e natural de Monchique, lembrou ainda que foi ajudado pela família e por muitos colegas sacerdotes.

Pároco de Loulé desde 1988, o padre Henrique Varela recordou o seu propósito quando tomou posse. “Queria dedicar-me fundamentalmente ao trabalho com a educação das crianças e dos jovens, ao apoio à família, à atenção aos pobres e doentes. Hoje sei que muito foi feito, mas sei que muito podia ter sido feito”, considerou, pedindo desculpa. “Hoje queria aproveitar para vos pedir desculpa se por acaso não respondi como devia ter respondido em muitas circunstâncias”, afirmou.

O sacerdote, que conheceu sete bispos do Algarve desde a sua entrada no Seminário, agradeceu a força da oração quando esteve internado e “ao Senhor por todos os dons” que lhe concedeu.

O bispo do Algarve, que considerou o padre Henrique Varela como um dom para a Igreja algarvia, lembrou que “idade de menos ação não quer dizer que seja idade de menos paixão”.

D. Manuel Quintas exortou ainda à oração por novas vocações de consagração, nomeadamente ao sacerdócio.

No final da celebração, participada por muitos outros sacerdotes, o padre Henrique Varela recebeu uma bênção apostólica do papa Francisco.

no images were found