Esta iniciativa de (re)descoberta de Deus teve como director espiritual o padre Joel Teixeira, sendo o primeiro Convívio Fraterno do sacerdote nessa condição, e contou ainda com a colaboração do padre Dinis Faísca, que se deslocou de Salamanca onde está a completar estudos para participar nesta actividade.