Tendo início pelas 10 horas, na ermida de São Brás, com a apresentação dos grupos e a oração da manhã, esta iniciativa do Centro Diocesano de Acólitos contou com uma formação, orientada pelo padre Carlos de Aquino. A formação sobre a Eucaristia e o papel do acólito naquela celebração deu uma especial atenção ao uso do Missal Romano. Depois do almoço, partilhado por todos os acólitos presentes, houve igualmente um espaço formativo sobre a Semana Santa. Esse momento, que constituiu uma pequena catequese sobre a Semana Santa e os seus momentos centrais, teve como responsável o seminarista Miguel Neto. A jornada de convívio e formação terminou com a celebração da Eucaristia na igreja Paroquial de Santiago pelas 17 horas. No dia 8 de Março, será a vez dos acólitos das vigararias de Loulé e Portimão, tendo o encontro lugar na igreja matriz de Portimão. Os acólitos que queira participar deverão levar almoço para partilhar e pagar um euro pela inscrição.