Esperança no novo programa diocesano de pastoral, projectado para os próximos seis anos, o­ntem apresentado em Loulé, durante a Assembleia Diocesana, que mais uma vez reuniu os principais responsáveis pelo anúncio do Evangelho neste nosso Algarve. Esperança e alegria, pela anunciada visita, que durante o próximo ano pastoral, vai fazer a todas as Comunidades cristãs do Algarve a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima, que nos vem ajudar, como ajudou os primeiros discípulos, a espalhar a Boa Nova por toda terra algarvia. Com Ela queremos aprender a fazer tudo o que Ele nos mandar. Com Ela queremos estar e continuar unidos em oração, seguindo o exemplo dos Apóstolos que “permaneceram unidos em oração com Maria Mãe de Jesus”. Esperança e alegria pela ordenação sacerdotal do jovem diácono Joel Francisco Pires Teixeira, que vai tornar pequena a nossa Catedral na tarde do próximo Domingo. Um grande acontecimento para a nossa Igreja. Uma grande esperança para o rejuvenescimento, renovação e reforço do seu presbitério. Uma alegria para todos nós que o acompanhamos e com ele compartilhamos o quotidiano, mas muito particularmente para a Paróquia de S. Sebastião de Salir, para o seu Pároco, Padre Fernando Pedro, para toda a sua famíla, especialmente para a sua mãe, para os cristãos da cidade de Loulé, o­nde o Joel realizou uma boa parte do seu estágio pastoral, particularmente para o Padre José António Nobre Duarte e para o nosso Bispo que o vai ordenar e acolher no prebitério a que preside. Esperança e alegria, pelo anúncio da peregrinação diocesana a Taizé, presidida pelo nosso Bispo e que terá lugar em Julho/Agosto de 2007. Uma peregrinação inédita entre nós. Uma iniciativa singular em Portugal. Não há memória de uma peregrinação diocesana a Taizé, presidida por um Bispo português. Vamos a Taizé para viver com aquela Comunidade a “parábola da comunhão”, o mistério da Igreja comunhão; Aliás, nestes dias, entre 5 e 9 de Outubro, queremos estar muito especialmente em comunhão com a Comunidade de Taizé, partilhando da alegria e esperança dos milhares de jovens, especialmente asiáticos, que estão reunidos na cidade de Calcutá – na cidade dessa grande amiga de Frei Roger e de Taizé, que foi a Beata Madre Teresa – no Encontro de Confiança na terra Calcutá/Taizé, que num momento de feliz inspiração o Irmão Alouis decidiu convocar, para ir ao encontro dos jovens da Ásia, que têm uma enorme dificuldade em se deslocar à Europa, a Taizé. Em Taizé, talvez pela grande presença dos jovens, originários de muitos e diferentes continentes, países, línguas, culturas, tradições, confissões e comunidades cristãs, sente-se e vive-se com forte intensidade o mistério da Igreja comunhão, a presença activa e actuante do Espírito Santo.