Terça-feira 15 de Outubro de 2019
Inicio / Noticias / Algarve participou nas Jornadas Nacionais da Catequese

Algarve participou nas Jornadas Nacionais da Catequese

«Foram dias de trabalho intenso, mas muito gratificante» garantem os participantes. Logo na primeira noite Frei José Nunes presenteou os presentes com uma “Meditação sobre a Condescendência de Deus”.No segundo dia coube ao padre João Ribeiro, do Secretariado Diocesano do Porto, apresentar uma intervenção sobre a “Pedagogia de Deus”, centrada no “dom de Cristo – Pedagogia Encarnada do Pai”. Seguiu-se a irmã Lourdes Grosso Garcia que na mesma linha do orador anterior reflectiu sobre “O Catequista como instrumento da Pedagogia de Deus”. «Foram palavras simples, mas de uma enorme riqueza e muita experiência de vida. Um forte testemunho de oração e um apelo a que cada catequista recorra à oração ante cada tema concreto, ante cada criança (pessoa) a quem se dirige (anuncia)» – consideram os catequistas presentes.De tarde, os trabalhos decorreram com os participantes divididos por dez ateliers. As temáticas eram diversificadas: Catequese de adultos; Pedagogia da comunicação; Pedagogia dos símbolos; Experiência humana; Palavra; Celebração; Acolhimento; Pedagogia da Adolescência; Pedagogia do testemunho e Despertar religioso. Por terem também uma componente prática os ateliers tiveram a duração de quatro horas e em plenário foi comunicado que todas decorreram «muito bem» e com «muita participação dos presentes». Concretamente, o atelier coordenado pela irmã Maria José de Sousa com a colaboração de alguns elementos da Equipa do Sector da Catequese da Infância e Adolescência da diocese algarvia, foram tidos em conta diversos momentos do “Acolhimento” bem como o desenvolvimento e exemplificação de várias dinâmicas criativas e atraentes, com recurso a diferentes materiais. «Foi uma tarde “cheia” e muito enriquecedora, não só pelo que a irmã Maria José, de útil, nos transmitiu, como também pelo testemunho de alegria que demonstrou colocar no que faz» – asseguraram os catequistas.O domingo, tal como o sábado, começou com a celebração da Eucaristia, mas desta vez, realizada na Basílica do Santuário. No final da Eucaristia, D. José Francisco Alves, membro de Comissão Episcopal da Educação Cristã, que presidiu à celebração, fez o envio de todos os catequistas que assumiram o seu compromisso.Em jeito de balanço final os catequistas participantes não hesitavam afirmar que: «foram dias de união eclesial de toda a Igreja – bispos, sacerdotes e leigos empenhados, chamados à missão de transmissão da fé, e consequentemente de edificação da Igreja».

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …