Inicio / Noticias / Algarvios estiveram entre as 25.000 crianças em Fátima

Algarvios estiveram entre as 25.000 crianças em Fátima

Ainda que no início das celebrações a chuva obrigasse as crianças a resguardarem-se nas colunatas, no momento da celebração da Eucaristia a chuva parou e as crianças puderam ocupar o lugar que lhes estava especialmente reservado, a escadaria do Recinto. Muitos outros meninos e meninas, alguns ainda bebés, estiveram junto dos seus familiares na grande massa humana que quase encheu o recinto de oração. No momento final foi oferecida a todas as crianças a tradicional “surpresa”, que este ano foi o livro “A Visita da Senhora do Rosário”, editado propositadamente para esta iniciativa. Esta peregrinação marca a diferença relativamente a todas as outras realizadas no Santuário, uma vez que todos os aspectos são preparados e vividos a pensar nas crianças. Também a homilia foi totalmente dedicada aos mais novos. Nela, D. António Marto recordou as aparições em 1917 e, com o exemplo de vida dos Pastorinhos videntes, convidou as crianças a serem colaboradoras de Deus. “Notai bem que as crianças são muito importantes para Deus. (…) Quero que graveis na memória e no coração: Vós sois muito importantes. Deus conta convosco e espera muito de vós. Quer que sejais colaboradores dele para tornar o mundo melhor: mais belo, mais fraterno, mais justo, mais santo e, por isso, cheio de paz, onde não haja divisões entre os homens e os povos. Vós sois a ternura do mundo”, afirmou o Bispo interagindo com as crianças, que espontaneamente batiam as palmas. D. António explicou às crianças que o “sim a Deus e aos irmãos” representa o “sim ao amor” e que esse ‘sim’ deve significar, na actuação dos mais novos, ”o respeito pelos outros, na família e na escola”, e implica “ajudar todos os que precisam de nós, em qualquer circunstância ao longo da vida” e “ser capaz de partilhar com os outros as nossas alegrias e as nossas tristezas, (…) repartir com os outros, em especial com os que têm menos”. “O amor é o mais belo presente de Deus, que poderemos oferecer aos outros todos os dias da nossa vida”, concluiu o prelado. Foi neste espírito que, no momento da oração dos fiéis, pela voz de algumas crianças, todos rezaram por todas as famílias e povos do mundo, pelos casais que não se entendem para que descubram a paz, pelo fim da guerra e pelo amor nos corações, pelos doentes e abandonados e pelas crianças que gostariam de poder participar na Peregrinação a Fátima e que o tinham podido fazer. Presentes Na Peregrinação deste ano as crianças trouxeram elas próprias presentes para Nossa Senhora, colocados no momento da apresentação dos dons junto de uma grande cruz, defronte do altar da peregrinação. Assim, de todo o país, foram entregues no Santuário dezenas de rosários, de todas as cores e de variadíssimos materiais. Sementes, pão, lã, tecido, massa alimentícia, búzios, conchas, madeira, cartão, papel, pedra, cera e bolas de pingue-pongue foram alguns dos materiais criativamente usados pelas crianças para a elaboração dos Rosários. Em resposta ao apelo do Santuário, as crianças entregaram também radiografias velhas e tinteiros já usados, que serão objecto de solidariedade para com crianças necessitadas. Hino inédito Para a Peregrinação das Crianças deste ano, no 90º Aniversário das Aparições de Nossa Senhora em Fátima, foi criado um hino a partir das palavras proferidas pela Virgem: “Sou do Céu…a Senhora do Rosário”, tema geral da peregrinação. A letra inédita do hino “Sou do Céu” recorda as aparições de Nossa Senhora do Rosário aos três Pastorinhos. Foi escrita pela irmã Maria Isolinda, responsável pela secção “Fátima dos Pequeninos” no jornal oficial do Santuário de Fátima “Voz da Fátima” e membro da Comissão da Peregrinação das Crianças. A música é da autoria de Cristiana Francisco.

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …