Quinta-feira 25 de Abril de 2019
Inicio / Noticias / Algarvios pedalam até à Alemanha para encontro com o Papa

Algarvios pedalam até à Alemanha para encontro com o Papa

Os 6 cicloperegrinos que se propõem então chegar a Colónia em 22 dias, prefazendo uma média diária de 108 quilómetros, partirão de Faro na próxima segunda-feira, dia 18, sendo sua intenção chegar à cidade alemã no dia 11 do próximo mês. O padre Dinis Faísca, com 32 anos de idade, sacerdote da diocese do Algarve e principal impulsionador do grupo, será acompanhado pelos gémeos Alexandre Simões e Cristiano Simões, ambos com 15 anos; por João Silva, de 22 anos; por Nuno Cavaco, de 27 anos; e por Nuno Simões, com 46 anos, o veterano do grupo e pai dos dois mais novos elementos. Já no ano 2000, um grupo de oito elementos, também liderado pelo padre Dinis Faísca, deslocou-se de Faro a Roma para participar na JMJ que então ali se realizou. Este ano, “as expectativas são igualmente elevadas, tendo em conta que a experiência do ano de 2000 foi bastante positiva”, garante o sacerdote. “Foi muito enriquecedor a nível humano, não só entre nós, o grupo, uma vez que tivémos que ir superando todas as dificuldades que ao longo do percurso nos foram surgindo, como também ao nível do contacto humano com outras pessoas que nos acolheram de braços abertos sem nos conhecerem de lado nenhum”, complementa, acrescentando que “assim aprende-se a saber fazer o mesmo pelos outros”. Por outro lado, salienta o padre Dinis Faísca, “ao nível da participação na JMJ há também uma grande expectativa, uma vez que vai ser o primeiro encontro da juventude com o Papa Bento XVI”, garantindo que “se não houvesse JMJ não haveria cicloperegrinação”. “Não faria sentido, pois é na base da participação na JMJ que surge a ideia da cicloperegrinação”, sublinha. Quando às dificuldades inerentes a um percurso ciclístico desta natureza, o grupo garante que as principais serão certamente, “as temperaturas muito elevadas” que irão encontrar na primeira semana, até chegarem a Salamanca, “as subidas com elevado grau de inclinação” antes da chegada àquela localidade da vizinha Espanha e na zona dos Pirinéus e a chuva, aliada ao vento e frio que certamente encontrarão durante a viagem. Ao longo do percurso, que não contará com o acompanhamento de qualquer carro-de-apoio, os cicloperegrinos, oriundos das paróquias de Alcantarilha, Albufeira e Loulé, irão ficar alojados em espaços propriedade das diversas paróquias portuguesas, espanholas, francesas, belgas e alemãs, que, depois de contactadas, se disponibilizaram para os acolher, bem como em casas particulares e albergues. A iniciativa contará com a parceria da Rádio Renascença que transmitirá, em directo no programa “Já Se Faz Tarde” de José Relvas e “Linha da Frente” de Carlos Duarte Bastos, relatos diários das etapas percorridas. Promovida pelo Sector da Pastoral Juvenil da diocese do Algarve, a cicloperegrinação contará com a colaboração de algumas entidades para fazer face às despesas, sobretudo as relacionadas com a alimentação e equipamento. Assim sendo, a iniciativa conta com o apoio da Câmara Municipal de Loulé, da Câmara Municipal de Olhão, da Câmara Municipal de Silves, da Câmara Municipal de Faro, da Câmara Municipal de Lagos, da Câmara Municipal de Tavira, da Câmara Municipal de Portimão, da Câmara Municipal de Castro Marim, do Banco Santander Totta, da Tipografia União, da Delta Cafés, da SALM – Pedro Azinheira e Liberto Martins, Lda. – Caixilharia de Aluminio – Olhão e de um particular anónimo. A cerimónia da partida será realizada no Largo da Sé, no dia acima referido, pelas 9.30 horas, sendo precedida da celebração de bênção dos cicloperegrinos, presidida pelo Bispo do Algarve, D. Manuel Neto Quintas.

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …