Dos 20 animadores, que iniciaram a formação em Fevereiro passado, participaram menos seis neste módulo complementar que teve ainda assim participantes oriundos de Almancil (2), Bensafrim (2), Estoi (1), Ferreiras (1), Fuseta (1), matriz de Portimão (3), Moncarapacho (1), São Pedro de Faro (2) e Tavira (1). Orientada pelo casal Sérgio Fraga e Idália Almeida, membros da equipa salesiana do Porto, esta formação procurou dotar os animadores de ferramentas para o exercício da sua missão, complementando os conteúdos transmitidos com exemplos, metodologias e dinâmicas contidos no Projecto GPS. Teve como finalidades ajudar perceber a Pastoral Juvenil, a espiritualidade e restantes tarefas de um animador, bem como as suas principais características e atitudes foi uma das finalidades do fim-de-semana. Reflectiu-se ainda sobre a complexidade social, os valores e o relativismo, a linguagem de hoje, a escola e a experiência religiosa dos jovens. Foram também abordadas as técnicas de dinâmicas de grupo, explicado o seu objectivo e definidas as suas regras. A propósito das capacidade de expressão falou-se sobre a comunicação no grupo, tendo em conta destinatários, conteúdos, métodos e objectivos, e também de desencontros na comunicação. Foram apresentados alguns princípios para que a comunicação produza melhores resultados e apontadas algumas boas práticas. Para além da vertente teórica inicial, a formação teve ainda uma forte componente prática e de partilha de experiências. No sábado à noite, o previsto ateliê sobre o tema da Oração foi substituído pela participação do grupo na Vigília de Oração promovida pelo Secretariado da Pastoral Vocacional da Diocese do Algarve que teve lugar em Lagos, na igreja de São Sebastião.