Integrada na Celebração Eucarística das 17 horas na igreja do Santuário de Nossa Senhora da Piedade (Mãe Soberana), esta bênção costuma acontecer todos os anos, embora este ano tenha ganho significado especial por integrar o extenso programa previsto para assinalar o acontecimento vocacionado para as famílias. O padre António Manuel Martins que presidiu à celebração, vigário-paroquial das duas comunidades, destacou na sua homilia o sentido do acto litúrgico. "A vida de cada um de nós e a vida destes bebés, meninos e meninas, transmitida pelos pais, encontra em Deus a sua razão de ser. Deus, que é vida e que é amor, é a fonte, a razão e o fundamento da nossa vida e de cada uma das nossas crianças", afirmou o sacerdote, lembrando que "Deus quis ser bebé, passar por uma gravidez e crescer nos braços de Maria e de José, andar na escola e aprender na sinagoga a escritura como todos os outros". "Toda a vida humana é um acontecimento de amor", lembrou o padre António Martins, referindo-se particularmente aos bebés presentes como "um acontecimento de amor". "Eles precisam de amor e só o amor nos faz crescer e nos torna pessoas. E quem não é amado, dificilmente poderá amar alguém", frisou. Dirigindo-se directamente aos progenitores das crianças interpelou-os: "caros pais trazeis no vosso colo uma promessa de futuro que são os vossos filhos". Sublinhando a "surpresa" da notícia de uma gravidez, umas vezes esperada e outras nem tanto, lembrou que "os ciclos e os períodos pregam partidas e acontece o que não se espera". "E quando surge uma gravidez? Quantas interrogações… E agora como vai ser? Uma criança vem sempre destabilizar a vida", salientou, destacando "que belo também os pais poderem descobrir e acolher o primeiro sorriso da criança". Referindo-se directamente ao assunto da actualidade, questionou os presentes. "Será legítimo interromper a vida de uma criança, de um feto? Pode haver alguma Lei que possa interromper o amor de Deus e seja legítima para isso? Deus é o nosso sustento e a força das crianças", sublinhou o sacerdote. Após a homilia, o celebrante impôs as mãos sobre as cabeças de todos os bebés apresentados ao colo dos seus pais, que se reuniram em torno do altar, abençoando-os. No final da celebração as crianças foram ainda apresentadas a Nossa Senhora da Piedade, a Mãe Soberana. À FOLHA DO DOMINGO, o padre António Martins explicou que esta é uma celebração a que as pessoas aderem com facilidade e em que a Igreja "procura ser fundamentalmente mãe para dizer que as crianças são abençoadas por Deus". "Toda a criança está destinada a ser filha de Deus, independentemente de vir a ser baptizada ou não. É a afirmação do valor da vida de que Deus é o nosso sustento e a nossa força. Esta é uma celebração em que tentamos atingir vários públicos. Não propriamente os praticantes, mas também os pais e as outras crianças que estão nas creches, independentemente da sua situação familiar ou religiosa", explica. Dia 4 de Fevereiro, Domingo, às 11:30 Na Igreja Matriz Bênção das senhoras grávidas (A Maternidade como Dom) 10 Fevereiro, Sábado, às 15h Centro Paroquial Avós e Netos em Festa (Convívio aberto a todos) Dia 23 de Fevereiro, 6ª, às 21h No Centro Paroquial Palestra sobre o tema: “Os Desafios da Família” Pelo Padre Vitor Feytor Pinto, Chefe dos Capelães Hospitalares Dia 2 de Março, 6ª, às 21h No Centro Paroquial Palestra sobre o tema: “A Família, Que Futuro num Tempo de Mudança?” Pela Doutora Helena Marujo Professora das Universidades Nova e Católica de Lisboa Dia 9 de Março, 6ª, às 21h No centro Paroquial Palestra sobre o tema: “Família Cristã, Que Rumo?” Pelo Dr. Juan Ambrósio, da Universidade Católica de Lisboa De 11 a 17 de Março Semana da Família em Debate (Em 4 tendas montadas na Av. José da Costa Mealha) Dia 15 de Março, Sábado, às 21h No Pavilhão Desportivo de Loulé Concerto Juvenil com o Grupo GEN VERDE (Itália) Dia 16 de Marco, 6ª, às 21h Na Igreja Matriz As Famílias Unidas em Oração Dia 18 de Marco – Domingo Festa das Famílias Celebração do dia do Pai e dos jubileus matrimoniais (25 e 50 anos de casamento). 14.30h Concentração de Pais e Filhos no Largo da Universidade (junto à CML). Partida para: O Grande Jogo das Famílias 17h No Santuário da Nossa Senhora da Piedade Celebração Festiva com os Pais e Filhos e com os Jubilados. Proclamação das Conclusões de todo o Congresso 19h30 Jantar Convívio No Salão do Centro Paroquial de Loulé Mais informação em: familiasemcomgresso.googlepages.com Contacto: familiasemcongresso©gmail.com