Em resposta ao sacerdote, o autarca deixou a certeza da cedência de um terreno com cerca de 20 mil m2. «Temos há alguns anos um espaço reservado entre o pavilhão do Ginásio Clube Olhanense e a escola EB 2,3 dr. José Carlos da Maia, para que a igreja possa dar resposta às necessidades daquela zona da cidade. Posso deixar já aqui a garantia que o terreno irá ser doado para esse efeito», assegurou, defendendo que a actividade que a Igreja desenvolve no concelho de Olhão «é meritória». «Toda a actividade desenvolvida nas paróquias pela nossa Igreja é importante para nós e por isso temos ajudado e vamos continuar a ajudar», acrescentou. O padre Jorge Carvalho apelou ainda à solidariedade da paróquia de Olhão, para construção da nova igreja. «Espero que a paróquia de Olhão possa contribuir para a construção da futura igreja, visto que a mesma localizar-se-á naquela cidade», disse. Ao semanário da diocese, o jornal Folha do Domingo, Francisco Leal confirmou que «a cedência do terreno será deliberada já na próxima reunião de Câmara». «A nossa ideia é pedir ao GAT – Gabinete de Apoio Técnico de Olhão para fazer o projecto. É necessário começar a trabalhar desde já para que possa haver condições para que, em 2006, possamos arrancar com as obras já com o projecto totalmente concluído e aprovado pelas diversas entidades», alertou ainda o presidente da Câmara de Olhão.