Segundo a autarquia, “a aceitação da proposta feita pela Câmara Municipal foi comunicada pela EP, que referiu ter deliberado a alienação de um «prédio rústico sito na EN 125 entre os quilómetros 62,300 e 62,500, na freguesia de Pêra», pelo valor de 5,5 mil euros, estando mandatado o director da Delegação Regional de Faro desta empresa, Luís António Pinelo, para proceder à assinatura da escritura de compra e venda deste espaço, estando a ser desenvolvidos todos os trâmites administrativos, para que se possa efectuar essa assinatura o mais brevemente possível”. A Câmara de Silves recorda ainda que “este terreno é o necessário para permitir o desenvolvimento do projecto de construção do Centro Social”, tendo já a autarquia cedido o restante espaço, onde será edificado este novo equipamento. “O projecto para esse Centro de Dia encontra-se em fase final de análise, devendo ser aprovado muito brevemente”, assegura ainda a edilidade. Recorde-se que o Centro Social e Paroquial de Pêra terá as valências de centro de dia, com capacidade para 30 utentes, apoio domiciliário, serviço de ambulatório, serviço de consulta e fisioterapia, jardim-de-infância, com capacidade para 75 crianças, creche, com capacidade para 66 crianças e OTL (ocupação de tempos livres), com capacidade para 30 crianças.