Na sessão solene, a Câmara Municipal considerou que D. Manuel Madureira Dias “imprimiu à Igreja algarvia uma caminhada contínua e implementou programas pastorais para a renovação da Diocese”. A edilidade lembrou ainda o apoio na “remodelação e construção de diversas igrejas e capelas”, particularmente a capela de Cabanas, na paróquia da Conceição de Tavira e destacou também “o seu interesse pelas populações do interior, mormente, por Cachopo, onde sempre procurou defender as carências e necessidades de apoio social dos idosos, promovendo o diálogo com a autarquia para a edificação de um Complexo Social que será inaugurado em breve e ao qual será atribuído o seu nome”.