De acordo com o documento, o Município de Alcoutim compromete-se a atribuir àquela instituição uma verba correspondente a 90 por cento do custo total do projecto de arquitectura, entretanto já adjudicado à firma DC – Consultores de Engenharia, Lda, pelo valor de 23 mil e 380 euros, mais IVA. Com o Lar e Centro de Dia de Alcoutim, única instituição do concelho com valência de internamento, há muito sem vagas, contando neste momento com uma lista de espera de mais de 60 de pessoas, a autarquia procura diligenciar assim para que se construa mais um lar para a terceira idade no município, desta vez em Martinlongo. Trata-se de ampliar, recuperar e adaptar o edifício do actual Centro de Dia de Martinlongo, instituição apoiada pela Segurança Social e pertença do Centro Paroquial de Martinlongo. A ampliação consiste na construção de quartos com vista à criação de cerca de 40 camas, assim como todas as estruturas de apoio inerentes, de acordo com a legislação em vigor. Recorde-se que a autarquia já adquiriu, pelo valor de 40 mil euros, uma parcela de terreno com uma área de 1230 metros quadrados, contígua ao Centro de Dia de Martinlongo, para que se possa proceder à ampliação do actual edifício. Dado que o Centro Paroquial não tem condições financeiras para avançar sozinho com a obra, o presidente da autarquia aproveitou, a ocasião para “garantir que a Câmara Municipal de Alcoutim irá avançar com a verba correspondente à parte não comparticipada pelos fundos comunitários”, já que a obra será objecto de uma candidatura ao programa PARES.