A pequena igreja, propriedade do hotel e dedicada a Nossa Senhora do Carmo, até agora encerrada, passará a acolher a celebração dominical da Eucaristia para os utentes da unidade hoteleira que desejem a ela associar-se, bem como para os fiéis que, não estando ali alojados, queiram deslocar-se àquele espaço para participar na celebração eucarística. O acordo agora formalizado entre a diocese algarvia e o Vila Galé Albacora, com a anuência do pároco de Santa Maria de Tavira, teve origem num pedido que a direcção daquela unidade hoteleira apresentou ao Bispo da Diocese do Algarve com o desejo de dignificar e conservar na sua função original aquela capela. A diocese algarvia, que se congratulou com a iniciativa, acolheu a solicitação. Carlos Cabrita, director de operações do Grupo Vila Galé para a região do Algarve, explica que a abertura da capela ao culto público irá contribuir para integrar o hotel na comunidade local. D. Manuel Quintas, Bispo do Algarve, lembra que apesar de já haver vários lugares onde celebrar em Tavira, “este situa-se num lugar distante de todos os outros e procura dar um tipo de resposta diferente, na medida em que está integrado numa unidade hoteleira”. O protocolo clarifica ainda que, em conformidade com as normas diocesanas e com o direito canónico, “não há autorização para a celebração de outros sacramentos” para além da Eucaristia. “Exceptuam-se casos especiais que, depois de ponderados os verdadeiros motivos da celebração em causa pelo pároco, este apresente o respectivo pedido ao Bispo diocesano”, explicita o documento, referindo ainda que, no caso de outros actos ou usos “que não sejam contrários a santidade do lugar”, “cabe ao Bispo diocesano autorizar, caso a caso e excepcionalmente”, a realização dos mesmos. Recorde-se ainda que o antigo Arraial Ferreira Neto com data de 1943, foi construído segundo o conceito de uma unidade urbana autónoma onde pudessem viver cerca de 150 famílias, com a sua zona industrial, as suas oficinas e a sua zona habitacional e de lazer, nela se incluindo a capela em causa destinada ao culto católico. O Arraial era o local onde se concentravam os pescadores e famílias, que durante a campanha, aí viviam e cuidavam nas oficinas os materiais e apetrechos necessários à faina da pesca do atum. No acto da assinatura do acordo, que teve lugar no Hotel Vila Galé Albacora, estiveram presentes, para além do Bispo do Algarve e do director de operações do grupo para a região algarvia, ambos signatários do protocolo, o director geral daquela unidade hoteleira, Bruno Martins e o prior das paróquias de Tavira, o padre Dinis Faísca. Em conformidade com a vida e a organização pastoral da paróquia de Santa Maria de Tavira, o pároco estabelecerá agora o calendário para a celebração do culto, nomeadamente a celebração habitual da Eucaristia naquela capela. Neste sentido, está já acordada que a celebração eucarística de abertura ocorrerá no próximo dia 18 de Abril, sábado, pelas 19 horas.