Também em risco de cancelamento está a mesma formação agendada para a vigararia de Tavira no próximo dia 26 de Janeiro, por terem sido formalizadas apenas 6 inscrições até ao momento, uma vez que o prazo de entrega das mesmas encerrou no passado mês de Dezembro. A Caritas algarvia encara agora a possibilidade de transferir para os inscritos de Tavira para o encontro para a vigararia de Loulé previsto para o dia 2 de Fevereiro.