Recorde-se que o encontro previsto para a vigararia de Faro teve de ser anulado em virtude de não ter havido número suficiente de inscrições. Desta vez inscreveram-se 30 participantes, oriundos das paróquias de Boliqueime, Cachopo, Loulé, Sé, e São Luís de Faro e Vila Real de Santo António. Tendo como objectivos “formar agentes de acção sócio-caritativa” e “impulsionar a criação de grupos de acção sócio caritativa paroquial e revitalizar os já existentes”, esta formação desenvolve-se em dois módulos. O primeiro agora realizado, intitulado “grupos de acção sócio-caritativa ontem e hoje”, explica o que é e como funciona o grupo de acção sócio-caritativa, debruçando-se também sobre o atendimento social. O segundo módulo, sobre “Âmbitos de empenhamento dos grupos” procura desenvolver os conceitos de voluntariado, justiça, mundialidade, paz, exclusão, entre outros e aborda a espiritualidade na acção sócio-caritativa. No próximo dia 1 de Março, a mesma formação volta a realizar-se para a vigararia de Portimão no Centro Pastoral e Social da Diocese do Algarve, em Ferragudo. O segundo módulo realizar-se-á para as vigararias de Faro, Loulé e Tavira no dia 29 de Março, novamente no Centro Paroquial de Loulé, e para a vigararia de Portimão, de novo no Centro Pastoral e Social da Diocese do Algarve, em Ferragudo, no dia 3 de Maio.