Estabeleceram-se em Faro, na rua dos Bombeiros Portugueses, e a comunidade foi-se completando com a chegada de mais irmãs. Foram respondendo às necessidades da Igreja, passando por várias paróquias e serviços diocesanos, tornando real o sonho do seu fundador, o beato Francisco Palau, de que “a Carmelita Missionária está onde a Igreja necessita”. Simultaneamente trabalharam no Hospital Distrital de Faro, no infantário ‘O Despertar’ e na Caritas Diocesana do Algarve. “Deus abençoou a Igreja do Algarve com novas vocações destinadas a servir o Reino como Carmelitas Missionárias”, afirmam as irmãs, que continuam disponíveis para servir a Igreja e abertas ao seu projecto. As Carmelitas Missionárias estão actualmente espalhadas pelos cinco continentes, mais concretamente em 38 países. “Neles professamos a fé numa Igreja que se substancia em Deus e no próximo, comungando com ela as suas alegrias e dores, contemplando nela o ‘Corpo Místico de Cristo’, construindo comunidades onde a alegria, a oração, o trabalho, a fraternidade e a missão cresçam para a glória de Deus”, afirmam. A celebração do próximo dia 28, aberta a todos quantos queiram participar, terá lugar na igreja de São Luís, em Faro, pelas 11 horas, um dia particularmente significativo para a congregação, uma vez que serão beatificadas quatro Carmelitas Missionárias em Roma.