A instituição de cariz católico, constituída pelas valências de Lar de Crianças e Jovens, Creche e Pré-escolar, destina-se ao acolhimento de crianças e jovens do sexo feminino desde 1911 e tem desenvolvido uma política de protecção e enquadramento das menores carecidas de um ambiente familiar dito normal, procurando criar-lhe condições favoráveis de habitação, convívio familiar, educação, integração comunitária e apoio por forma a que também possam prosseguir os estudos. O Lar de Jovens é uma valência destinada a acolher crianças e jovens do sexo feminino, constituido por 38 meninas com idades compreendidas entre os 3 e os 18 anos. Com a criação da Creche e Pré-escolar, a Casa de Santa Isabel, procurou colmatar algumas dificuldades financeiras que surgiam apesar dos apoios prestados à instituição, mas também proporcionar uma maior abertura da instituição para o exterior, passando assim a ter uma maior integração na sociedade, evitando o isolamento das suas meninas internas. Jacinto Mascarenhas, presidente da direcção da IPSS – Instituição Particular de Solidariedade Social, em declarações ao semanário diocesano, Folha do Domingo, entende que “esta homenagem está correcta porque é o reconhecimento da dedicação de toda uma direcção que trabalha gratuitamente há muitos anos em prol dos mais necessitados”. “Por vezes, aparecem-nos crianças, sem pai, nem mãe, nem ninguém, e quando saem dali, algumas, saem com a sua formação universitária”, testemunha.