Segunda-feira 22 de Julho de 2019
Inicio / Noticias / Catecúmenos da diocese do Algarve foram admitidos aos sacramentos da iniciação cristã

Catecúmenos da diocese do Algarve foram admitidos aos sacramentos da iniciação cristã

O riundos das comunidades paroquiais de Alte (5), Ferreiras (5), Moncarapacho (1), Olhão (1), Quarteira (8), Quelfes (2), Querença (2), S. Clemente de Loulé (5), Santiago de Tavira (1), Sé de Faro (5), os adultos agora admitidos aos sacramentos iniciação cristã (Baptismo, Confirmação e Eucaristia), iniciaram uma nova fase do seu catecumenado – a purificação e iluminação, – deixando de ser catecúmenos para passar a ser eleitos. Primeiramente, pelas 10 horas, os ainda catecúmenos participaram num encontro com o Bispo diocesano, que teve lugar nas instalações do CEFLA – Centro de Estudos e Formação de Leigos do Algarve. Já no decorrer da celebração das 12 horas, na Catedral diocesana, D. Manuel Quintas lembrou que “este rito deve constituir, para cada um dos catecúmenos, um estímulo em ordem à iniciação cristã”. A iniciação cristã dos adultos começa com um período de pré-catecumenado, com a manifestação do primeiro desejo de ser Baptizado. Segue-se o tempo de catecumenado, ligado de maneira particular à catequese, ao conhecimento da pessoa de Jesus, da Igreja e das verdades da fé cristã. Este tempo termina com o Rito de Eleição dos catecúmenos e a partir desse dia, a preocupação com os adultos já não é de ordem doutrinal, mas de ordem espiritual. São então convidados a uma caminhada de ordem interior, espiritual. Seguidamente à recepção dos sacramentos da iniciação cristã, com o Baptismo, a Confirmação e a Eucaristia, os neófitos iniciam um período de Mistagogia em que são inseridos na vida da Igreja. Acompanhados pelos seus padrinhos, garantes nesta sua caminhada de fé, os candidatos depois de apresentados pelo diácono Luís Galante, delegado diocesano do Catecumenado, aproximaram-se do Bispo diocesano. Após terem sido interrogados, padrinhos e candidatos, os segundos inscreveram em livro próprio o seu nome, gesto que confirma a sua vontade em receber os sacramentos da iniciação cristã, o que irá acontecer na próxima Vigília Pascal, celebração litúrgica normal de iniciação cristã dos adultos e renovação das promessas baptismais daqueles que já são cristãos. Até lá, os agora eleitos irão celebrar as fases seguintes, chamadas de escrutínios, no terceiro, quarto e quinto domingos da Quaresma.

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …