O Secretariado Diocesano da Catequese da Infância e Adolescência (SDCIA) lembra que “o tempo do Advento é tempo de esperança”, vivido nas quatro semanas que antecedem o Natal, “em que a Igreja vive em vigilante, piedosa e esperançosa expectativa”. Com uma clara preocupação prática, o SDCIA reconhece que o tempo para levar a cabo o programa da catequese “é limitado” e sugere então uma proposta simples, lembrando os catequistas que de forma alguma devem substituir a catequese pela campanha, “mas sim, integrar a Campanha na Catequese”. O SDCIA espera assim que as catequeses sejam, de facto, “espaço de encontro dos catequizandos com o Senhor e entre si, tendo em conta os apelos próprios deste tempo litúrgico”. Assim, de acordo com o manual de 9 páginas, editado em tamanho A5 (cujo download pode ser feito neste Portal), “em cada semana, o catequista preparará a sala da catequese criando ambiente próprio do tempo” “e fará uma brevíssima referência ao Advento em consonância com a palavra ou frase da semana, a partir da qual surge o compromisso”.