O objectivo é que enquanto catequistas e responsáveis pela formação de crianças e adolescentes, os formandos possam estar, consequentemente, mais próximos da Palavra de Deus e mais experientes na Lectio Divina. Este foi o objectivo central das Jornadas que este ano decorreram sob o tema «A Palavra de Deus na catequese». Em cada formação, o Secretariado Nacional de Educação Cristã está atento às solicitações e necessidades de formação que os catequistas sentem. O Sínodo sobre a Palavra, que decorreu em Outubro passado, no Vaticano, “é muito oportuno e vem de encontro às expectativas dos catequistas que sentiam necessidade de eles próprios se confrontarem com a Palavra”, explicou à Agência Ecclesia Cristina Sá Carvalho, do departamento de formação do Secretariado Nacional de Educação Cristã. O primeiro passo é “falar da Palavra ao catequista enquanto pessoa. Se ele vai falar da fé na catequeses, essa mesma fé tem de ser cultivada pessoalmente”, exprime Cristina Sá Carvalho. Foi precisamente este o desafio que o padre Joaquim Garrido Mendes, sacerdote dehoniano quis levar aos catequistas. Tal como antigamente, hoje há também pessoas que não ouvem. O desafio lançado pelo sacerdote visou a interpelação pessoal de cada catequista. “Só assim é que podemos tocar os outros com verdade”, explicou. O apelo à mudança de atitudes e comportamentos foi apresentado em três aspectos: o amor, a partilha e o serviço. Cristina Sá Carvalho frisa que a primeira preocupação “é que os catequistas sejam essencialmente cristão maduros e fortalecidos”, sublinhando que apesar das dificuldades organizacionais das paróquias, “há um espírito de renovação e transformação” e esta deve ser a tónica a dominar a formação dos catequistas. Os catequistas estiveram organizados em trabalhos de grupo, na óptica das crianças e adolescentes para, “de acordo com as fases estabelecidas, os catequistas encontrarem formas de, adequadamente, falar com as crianças e adolescentes sobre a Lectio Divina”, explica Cristina Sá Carvalho. Os participantes nas Jornadas Nacionais integraram, no final da formação no domingo, 25, a celebração nacional do Ano Paulino, no Santuário de Fátima.