Trazida em cortejo numa viatura dos Bombeiros Voluntários de Albufeira, a imagem da Virgem de Fátima chegou à Avenida da Liberdade, seguindo depois por aquela artéria até ao centro da cidade, onde se concentraram cerca de duas mil pessoas. Descida da viatura, a imagem de Nossa Senhora foi levada em ombros. Antes, o pároco de Albufeira, o cónego José Rosa Simão, deu início ao momento celebrativo e, num gesto simbólico, coroou Nossa Senhora de Fátima, ao que, espontaneamente, toda a multidão presente, respondeu com uma efusiva salva de palmas. Deu-se então início à procissão que percorreu as principais ruas do centro da cidade rumo à igreja matriz, um percurso particularmente embelezado, pelos responsáveis e jovens da paróquia albufeirense com todos os postes luminosos decorados com faixas azuis, flores e bandeiras alusivas ao acontecimento. À chega à igreja, esta tornou-se demasiado pequena para acolher tão numerosa multidão, permanecendo muitos fiéis no adro e restantes espaços exteriores envolventes a aguardar um momento em que lhes fosse possível entrar na igreja para rezar diante imagem da Virgem. Dentro da Igreja foi exposto o Santíssimo Sacramento e todos estiveram em adoração alguns momentos. Seguidamente foi proclamado o Evangelho, tendo sido relatado o acontecimento das Bodas de Caná, passagem bíblica da qual foi extraído o lema – “Fazei o que Ele vos disser” – do Programa Pastoral que conduz a Diocese do Algarve ao longo do presente sexénio 2006-2012. Após a proclamação do Evangelho, o prior de Albufeira proferiu a homilia onde elucidou sobre o significado da figura de Maria. O cónego José Rosa referiu-se a Nossa Senhora como “Aquela que nos conduz e aponta sempre para o seu Filho Jesus Cristo” e “não como alguém em quem devemos ficar retidos”, “numa espécie de endeusamento”. O sacerdote explicou, a propósito, que “Aquele a quem devemos seguir sempre é Jesus Cristo” e que “Maria, embora com especial importância na fé cristã, é discípula, como nós, e que nos aponta sempre para Ele”. “Por isso mesmo, temos o seu Filho Jesus Cristo no Sacramento da Eucaristia, exposto diante de nós. E, se esta imagem se movesse, Maria não faria outra coisa senão apontar o nosso olhar para Ele”, complementou o pároco. Após mais alguns instantes de oração, seguiu-se a bênção do Santíssimo Sacramento e deu-se por terminada a celebração de acolhimento à imagem peregrina de Maria, tendo muitas pessoas permanecido ainda em oração no interior da igreja. Além do pároco, cónego José Rosa Simão, estiveram também presentes neste momento o diácono António de Freitas, natural de Albufeira, os presidentes da Câmara Municipal de Albufeira, da Assembleia Municipal de Albufeira e da Junta de Freguesia de Albufeira, bem como as autoridades marítimas e portuárias e as forças de segurança. A imagem permanecerá em Albufeira até ao próximo dia 25 de Outubro, segundo o programa abaixo publicado, à qual se seguirá a entrega paróquia de Salir. Brevemente, mais fotos na Galeria de Imagens Programa da Visita da Imagem Peregrina de N. Sra. a Albufeira Dia 16 – DIA DAS VOCAÇÕES 18h00 – Eucaristia e Exposição do Santíssimo Sacramento. Adoração ao cuidado dos vários Movimentos e Associações da Paróquia até às 21h30. 21h30 – Celebração Mariana pelos jovens sobre a Vocação. Dia 17 18h00 – Eucaristia, precedida de Terço. Dia 18 – DIA DA CATEQUESE 15h00 – Celebração "as crianças louvam Maria" feita pelas crianças. 18h00 – Eucaristia, precedida de Terço. Dia 19 – DIA DA COMUNIDADE 09h30 – Eucaristia. 11h00 – Eucaristia e administração do Sacramento do Crisma pelo Bispo do Algarve. NOTA – A Igreja Matriz está aberta todos os dias das 9h30 às 12h30 e das 15h00 às 19h00. Nos dias 14 a 17 é passado um filme sobre os Pastorinhos e a Mensagem de Fátima, na Sala da Catequese (Igreja Matriz) às 11h00 e 16h00. NA CAPELA DA SAGRADA FAMÍLIA Dia 19 15h00 – Cortejo da Imagem Peregrina até ao Quartel dos Bombeiros Voluntários de Albufeira. Saudação a Nossa Senhora. 16h00 – Procissão até à Capela da Sagrada Família, passando em frente à Câmara Municipal, e pela Rua do Município. 17h00 – Eucaristia no adro da Capela. Dia 20 18h00 – Exibição de um filme sobre os Pastorinhos e a Mensagem de Fátima. 21h00 – Terço. Dia 21 21h00 – As crianças da Catequese recriam em peça teatral as Aparições de Fátima, seguindo-se o Terço. Dia 22 20h30 – Terço. 21h00 – Saída da Imagem Peregrina para Olhos d’Água. NOTA – Nos dias 20,21 e 22 a Capela da Sagrada Família abre entre as 15h00 e as 21h00. NA IGREJA DE OLHOS D’ÁGUA Dia 22 21h30 – Acolhimento a Nossa Senhora no terreno da futura Igreja e Procissão para a actual Igreja. Dia 23 21h00 – Exibição de um filme sobre os Pastorinhos e a Mensagem de Fátima. Terço e Bênção. Dia 24 20h30 – Procissão até ao Cais da Praia dos Pescadores. Eucaristia no Cais. Dia 25 17h00 – Cortejo com a Imagem Peregrina até ao lugar de Açoteias. Acolhimento e Oração. 18h00 – Saída de Nossa Senhora para a Paróquia de Salir. NOTA – Nos dias 23,24 e 25 a Igreja está aberta todo o dia a partir das 10h00.