Com efeito, a Feira de Brinquedos e Livros, levada a cabo em pleno estabelecimento escolar, contou com a colaboração e simpatia de todos os agentes educativos e resultou na recolha da quantia que servirá agora para colmatar a escassez de alguns bens. Como explica o presidente da Caritas Diocesana do Algarve, Carlos Oliveira, o dinheiro angariado é uma mais-valia que será agora aplicada na aquisição de material de artigos de puericultura como fraldas ou biberões. O director do Colégio do Alto, padre Carlos César Chantre, confessa que a campanha “ultrapassou as expectativas”. “Os alunos empenharam-se muito nesta acção e envolveram a maior parte dos pais nessa caminhada de Advento”, justificou o sacerdote. O director do colégio explica que a iniciativa surgiu “no sentido de educar os alunos do Colégio do Alto sobre o mérito da partilha”. “Há que louvar a atitude dos pais que neste caso deram um contributo extraordinário para a educação dos filhos”, observa aquele responsável, considerando, pese embora entenda que o resultado financeiro não seja muito, que, “para os alunos, já foi um gesto significativo e uma boa caminhada de Advento para a solidariedade para com esta obra da diocese”. O padre César Chantre destaca ainda que as famílias ficaram sensíveis para com o projecto, cuja existência desconheciam. Também o Lions Clube de Lagoa, em vésperas de Natal, teve uma iniciativa em favor do Lar da Mãe. Na edição do jantar de Natal deste ano, ocorrido a 13 do mês passado, os membros daquele clube rejeitaram a repetição de um gesto despojado de significado e substituíram-no por outro de maior dimensão. A tradicional troca de presentes, durante a iniciativa de confraternização, foi substituída pela entrega, por cada um dos lionistas, de sapatinhos de bebé, tendo-se angariado no total 35 pares. Maria Luísa Francisco, presidente do Lions Clube de Lagoa, considera que “foi uma maneira diferente de se fazer a troca de presentes” no seio do clube. Tendo tomado contacto com o trabalho do saudoso padre Jerónimo Gomes no SOS Vida, Maria Luísa Francisco, explica que procurou informar-se sobre o actual serviço daquela valência da Caritas do Algarve, assim como sobre o Lar da Mãe. O Lions Clube de Lagoa, que visitou as instalações do Lar da Mãe no passado dia 20 de Dezembro para fazer a entrega dos artigos recolhidos, assegura agora que quer contribuir mais vezes para o mesmo fim. Carlos Oliveira faz uma avaliação positiva destas duas iniciativas e frisa que “qualquer iniciativa que se promova em favor da Caritas, Lar da Mãe, SOS Vida é sempre uma mais-valia”. “Quer a do Lions Clube de Lagoa, quer a efectuada pelo Colégio do Alto que mobilizou pais, alunos e professores foram duas mais-valias porque vieram repor alguns bens de que tínhamos já necessidade”, complementou. Recorde-se ainda que o Bispo do Algarve exortou os cristãos algarvios à contribuição para a construção da nova sede do Lar da Mãe, no contexto da visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima à diocese do Algarve a decorrer até 2009. D. Manuel Quintas concretizou o apelo na celebração de recepção à imagem mariana no passado dia 13 de Outubro, em Faro. Ainda para dar continuidade a este pedido, a Caritas algarvia editou um pequeno opúsculo com uma breve explicação do funcionamento do Lar da Mãe e com a indicação das formas de contribuição para distribuir massivamente pelas paróquias algarvias.