Inicio / Noticias / Conselheiros avaliaram o presente ano pastoral e apontaram sugestões para o próximo

Conselheiros avaliaram o presente ano pastoral e apontaram sugestões para o próximo

Tendo lugar nas salas anexas ao Seminário diocesano, a Assembleia Plenária do CDPA, depois de celebrada Eucaristia, debruçou-se sobre as “orientações inspiradoras do Programa Diocesano para 2005/2006”, apresentadas pelo cónego José Pedro Martins, vigário episcopal para a pastoral. O cónego José Pedro Martins sublinhou a «continuidade com a programação de 2004/2005» que o programa do novo ano estabelece, tendo em conta as vertentes eucarística e vocacional. No âmbito da primeira, «que, quanto aos ministérios, se valorize sobretudo os que se relacionam com a caridade e a missão», lembrou, acrescentando, para a vertente vocacional, que «se releve a vocação ao matrimónio». Após a introdução do vigário episcopal para a pastoral, os conselheiros reuniram-se em grupos de trabalho para avaliar a concretização do programa de 2004/2005 e apresentar sugestões para o próximo ano. As conclusões apresentadas sublinharam, primeiramente, as “acções que melhor corresponderam aos objectivos propostos para 2004/2005”. «A realização do Lausperene Diocesano», «a vivência das Semanas do Seminário e Vocações», «o empenho na formação dos acólitos», «a celebração da Solenidade do Corpo de Deus», a «preparação e vivência da Peregrinação Diocesana», «a introdução de catequeses sobre a Eucaristia» neste semanário diocesano, foram algumas das principais acções enumeradas. De seguida, os conselheiros referiram-se aos “aspectos que deverão ser tidos em conta para o futruro”, tendo salientado como prioridade a «promoção de mais equipas paroquiais e animadores de pastoral vocacional», «uma maior adesão das paróquias às iniciativas na área da pastoral vocacional», «uma maior aposta, por parte das paróquias na pastoral juvenil», uma «maior preparação dos pais e padrinhos que levam crianças ao Baptismo», um «maior acompanhamento aos CPM – Centros de Preparação para o Matrimónio», uma «maior atenção aos leigos, de modo a motivá-los e integrá-los nos sectores paroquiais», uma «maior promoção dos dos ministérios laicais, particularmente do aproveitamento dos alunos do CEFLA – Centro de Estudos e Formação de Leigos do Algarve», uma «maior atenção ao Sacramento da Reconciliação» e uma «formação mais efectiva em ordem à descoberta da Igreja como família cristã». A segunda parte do trabalho dos conselheiros visou a apresentação de «sugestões que possam enriquecer e valorizar os objectivos programáticos propostos para o ano 2005/2006». Os principais aspectos sugeridos prenderam-se com as vertentes eucarística e vocacional como sugerido. «Valorizar a dimensão espiritual do Sacramento do Matrimónio», «realizar um Lausperene que anteceda o Congresso Eucarístico», «maior empenho catequético ao nível da infância missionária», «dinamização e instituição de formas sistemáticas de adoração Eucarística em cada paróquia», «maior empenho paroquial na divulgação do programa diocesano», «antecipar a Assembleia Plenária de avaliação e programação do Conselho Diocesano de Pastoral Diocesano», «maior acompanhamento por parte dos párocos, daqueles que se preparam para o Matrimónio, Confissão e Baptismo», «criação de um dia paroquial destinado ao Sacramento da Confissão», bem como a sua «valorização», «integrar e motivar a participação de todas as crianças da catequese na celebração do Corpo de Deus», «manter e fomentar as acções de formação com acólitos», «promoção de um secretariado nas paróquias para o serviço da caridade», «continuidade das Jornadas de Liturgia», «valorização do Retiro Diocesano», «retomar as semanas missionárias», «formação de equipas paroquiais de pastoral familiar», «continuação do trabalho realizado ao nível dos CPM», «a criação de seminários de discernimento vocacional para jovens», «implementação de visitas às comunidades religiosas da área da paróquia», «dinamização de iniciativas marianas no mês de Maio e no mês de Outubro, valorizando os santuários marianos existentes na diocese», a «coordenação das actividades dos diversos serviços e movimentos diocesanos» e a «procissão do Corpo de Deus passar a ser de âmbito diocesano» foram algumas das sugestões apresentadas. A encerrar, o Prelado diocesano que reconheceu que o Lausperene diocesano «marcou a diocese no decorrer do presente ano», salientou também a necessidade da diocese «continuar com ritmo iniciado por D. Manuel Madureira Dias». «A Eucaristia e as Vocações são temas que não podem parar, até porque vamos começar o ano pastoral com um Congresso Eucarístico que vai marcar a nossa acção pastoral no próximo ano».

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …