Seguiu-se então a eleição e tomada de posse do Secretariado Permanente, tendo sido eleito como moderador o cónego José Pedro Martins, como secretário o padre Carlos de Aquino e como vogal o padre Henrique Varela. Ainda de manhã os membros do Conselho Presbiteral reflectiram sobre o discurso do Papa Bento XVI aos Bispos portugueses, no final da última Visita ad Limina. Os sacerdotes sublinharam a necessidade de se passar de um “Cristianismo de estatística” para um “Cristianismo de opção”. Falou-se igualmente do Laicismo, uma realidade que o Conselho Presbiteral considerou “muito presente” na sociedade actual. “Porque não há um Cristianismo de convicção e falta uma purificação da fé e na identidade cristã é fácil aderir a valores desta cultura laicista”, afirmou o padre Carlos de Aquino, secretário do Conselho Presbiteral. Os conselheiros registaram ainda a “valorização da dimensão laical”, e nesse contexto o empenhamento dos leigos não só em ministérios da Igreja, mas no mundo. Foi ainda sublinhada a chamada de atenção do Papa para os percursos da iniciação cristã. Após a Eucaristia e o almoço, os sacerdotes analisaram a proposta relacionada com o futuro da publicação da “Folha do Domingo”, o órgão oficial de informação da diocese do Algarve. A terminar, o Conselho Pastoral apreciou a proposta do Conselho Paroquial de Pastoral da paróquia de São Tiago de Estômbar para a criação do vicariato da Mexilhoeira da Carregação.