A iniciativa teve início no adro da igreja de Santo Amaro, junto ao Cemitério da Esperança, na fronteira entre as duas comunidades, e prolongou-se até à igreja paroquial de São Luís com a realização de uma via-sacra encenada pelo meio que atraiu a atenção de alguns dos transeuntes e dos moradores ao longo do percurso. Perante cerca de uma centena de participantes, entre os quais o pároco, padre António da Rocha, e mais alguns adultos da paróquia de São Luís, a Cruz das JDJ foi entregue aos jovens daquela comunidade na terceira estação da via-sacra. O diácono Flávio Martins, que presidiu à oração, na altura da passagem do testemunho referiu-se ao significado da Cruz. “Recebam esta Cruz com amor, coragem e alegria. Lembrem-se sempre do amor e coragem com que Cristo carregou a sua Cruz, para não se desanimarem quando a levarem aos jovens e à vossa comunidade. Dêem fervoroso testemunho desta Cruz e não se esqueçam nunca, tanto para vocês como para dizerem aos outros, que a Cruz não é o fim de tudo, mas o meio para alcançar a verdadeira felicidade e a salvação; que ela simboliza o amor de Deus por cada um de nós”, exortou. Chegados à igreja de São Luís, os jovens entronizaram a Cruz fazendo memória da Paixão de Jesus Cristo, seguindo-se um momento em que os presentes foram convidados a fazer-lhe, dois a dois, um gesto de veneração. Por fim, o círio pascal propagou, a partir da Cruz, a luz para cada um dos participantes e, antes de terminar, foram lembradas as palavras do Papa João Paulo II, a quando da fundação das Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ), ao confiar, em 1984, aos jovens do mundo a Cruz de Cristo, que inspirou à criação deste mesmo símbolo na diocese do Algarve. A celebração terminou em ambiente de festa, com os jovens das duas paróquias a entoarem o hino da JMJ de 2000 em Roma. Ao longo da semana, na paróquia de São Pedro, a Cruz permaneceu na igreja paroquial. Por proposta do pároco local, o padre Manuel Rodrigues, os grupos de catequese dos vários anos realizaram a sua sessão de catequese da última semana na igreja, aproveitando a presença da Cruz. No âmbito do desafio lançado pelo Sector Diocesano da Pastoral Juvenil com vista à preparação da Jornada Diocesana da Juventude, a Cruz continuará a sua peregrinação pelas restantes paróquias da vigararia de Faro e na próxima sexta-feira, dia 25 deste mês, será entregue à paróquia de Olhão.