Depois de Moncarapacho também a paróquia de Quelfes se envolveu na dinamização de um programa semanal com a Cruz das JDJ. Ao longo da semana de 15 a 22 de Fevereiro, aquela comunidade fez questão de que a Cruz estivesse presente em todas as Eucaristias celebradas. Para além disso, no sábado, dia 16 de Fevereiro, a Cruz fez convergir os jovens para uma oração na nova igreja do Siroco, uma das comunidades da paróquia de Quelfes. A iniciativa envolveu os restantes membros da comunidade local num total de cerca de 70 pessoas participantes. Na segunda-feira, dia 18 de Fevereiro, a Cruz marcou presença num encontro de adultos em preparação para receber os sacramentos da iniciação cristã e na terça-feira numa iniciativa que procurou proporcionar um espaço de diálogo e confrontação de ideias, que teve lugar no Centro de Bem-Estar Social de Nossa Senhora de Fátima, em Olhão. Este acção ficou ainda marcada pelo testemunho de dois paroquianos de Quelfes acerca da sua caminhada na fé. Na quarta-feira, a Cruz voltou à sede paroquial para participar numa oração promovida pela conferência da Sociedade de São Vicente de Paulo e na quinta-feira esteve com o Agrupamento 1220 do CNE – Corpo Nacional de Escutas. Na sexta-feira, o dia da entrega à paróquia da Conceição de Faro, foi realizada uma vigília de oração, presidida pelo pároco da comunidade anfitriã, o padre Jorge Carvalho. Apesar da noite de chuva abundante, pouco convidativa a saídas de casa, a iniciativa de oração acabou por ser participada por vários paroquianos da paróquia anfitriã e também por um grupo de jovens da Conceição de Faro, acompanhados pelo seu pároco, o padre frei José António Silva. Realizada na igreja paroquial de Quelfes, a vigília procurou levar os jovens a identificarem a sua vida com a de Cristo, mesmo com as dificuldades das “cruzes” de cada dia. Também na última sexta-feira a paróquia da Conceição de Faro realizou uma vigília de oração para entrega daquele testemunho à comunidade do Montenegro. Com base na mensagem do Papa para a XXIII Jornada Mundial da Juventude, a iniciativa foi dinamizada por alguns grupos paroquiais como os jovens, o Agrupamento 1201 do CNE, os catequistas, a JUFRA – Juventude Franciscana, tendo participado outros membros da paróquia e os representantes da comunidade paroquial que recebeu a Cruz das JDJ, acompanhados pelo seu pároco, o padre António da Rocha. Mais fotos da Cruz das JDJ nas paróquias de Quelfes e Conceição de Faro na Galeria de Imagens