Inicio / Noticias / Curso do CEFLA para agentes de pastoral não teve início por falta de alunos

Curso do CEFLA para agentes de pastoral não teve início por falta de alunos

De acordo com o padre Mário de Sousa, coordenador do Pólo de Faro do CEFLA, «apesar de o prazo de inscrições ter sido prolongado por mais uma semana, apenas se inscreveram 15 pessoas», sendo que 9 dos inscritos eram todos oriundos de uma só comunidade paroquial. Para o padre Mário de Sousa «é impossível começar uma formação, desta natureza e com esta estrutura, com menos de 30 alunos», até porque, com este número mínimo de inscritos, no caso das disciplinas de área específica, implicará trabalhar com «uma média de 10 alunos». Assim sendo, o reformulado Curso Básico de Teologia para Agentes de Pastoral só começará, caso até lá se consiga reunir pelo menos 30 inscrições, no segundo semestre, em Fevereiro de 2005. «Entretanto, – adiantou o padre Mário de Sousa, – o que se pretende é que as paróquias vão recolhendo as pré-inscrições dos seus paroquianos interessados, para que depois se proceda ao contacto dessas pessoas, antes do início do segundo semestre». Em relação ao anterior Curso o novo curriculum prevê algumas novidades. Segundo o coordenador do Pólo de Faro «houve algumas cadeiras que foram fundidas e outras foram introduzidas de novo». «Não qualquer disciplina realcionada com Espiritualidade, nem com a Igreja diocesana algarvia e isso era uma lacuna. Foram então introduzidas na nova estrutura, as disciplinas de Introdução à Lectio Divina e História da Igreja do Algarve» – complementou o padre Mário de Sousa.

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …