D. Manuel Neto Quintas, na palavra de introdução e acolhimento que dirigiu à assembleia composta por quase 300 participantes, vindos um pouco de todo o Algarve, desejou “que o conhecimento mais profundo de Paulo e particularmente o testemunho e o exemplo da sua conversão a Cristo, e o modo como consagrou a sua vida e saber ao anuncio do Evangelho” proporcione aos cristãos algarvios “perceber e acolher a importância da centralidade de Cristo” na sua vida pessoal e na vida das suas comunidades cristãs, que os “ajude a assumir do modo mais pleno o sentido e significado dos sacramentos de iniciação cristã” e sobretudo, que os mobilize para uma “participação eclesial mais fiel e co-responsável no anuncio e no testemunho do Evangelho”. O Bispo diocesano explicou ainda que as Jornadas Paulinas, que decorrem até amanhã em Faro, inserem-se no programa da diocese para este Ano Paulino, iniciado com uma celebração ecuménica, na Sé Catedral, em Junho passado, no próprio dia em que tiveram início as comemorações dedicadas a São Paulo. O Prelado explicou então que o referido programa é composto ainda pela participação numa celebração nacional no dia 5 de Janeiro (Festa da Conversão de São Paulo), em Fátima; pela participação, para o clero, numa formação teológica para as dioceses do Algarve, Beja e Évora a ter lugar na Arquidiocese de Évora, sobre São Paulo; e uma celebração diocesana, no dia 28 de Junho, que assinalará o Dia Diocesano do Catequista, procurando a Igreja algarvia salientar este serviço do anuncio do Evangelho, de que o apóstolo convertido é modelo.