Terça-feira 23 de Abril de 2019
Inicio / Noticias / Diáconos permanentes e famílias encontraram-se com o Bispo diocesano

Diáconos permanentes e famílias encontraram-se com o Bispo diocesano

Pelas 10.00 horas, o Bispo do Algarve, D. Manuel Neto Quintas presidiu à Concelebração Eucarística na qual tomaram parte, além dos concelebrantes, cónego monsenhor Sezinando Rosa, padres José Águas e Manuel Rufino, os diáconos e suas famílias, um grupo de senhoras da Legião de Maria da paróquia de São Pedro de Faro e outros fiéis. Após as leituras, D. Manuel Quintas pronunciou uma pequena homilia comentando-as, tendo-se fixado na fé manifestada tanto por Abraão (primeira leitura), como pelo centurião (Evangelho). Referiu-se, igualmente, ao significado e à missão dos diáconos, bem como à de todos os cristãos, apresentando o próprio Senhor Jesus Cristo como «o Diácono dos diáconos, o servidor por excelência, o que veio para servir e não para ser servido», como Ele declarou aos seus discípulos quando, na última ceia lhes lavou os pés. Portanto, «a missão dos diáconos é, precisamente, a do serviço nas suas múltiplas facetas». É de referir também que após as intenções gerais da oração dos fiéis, foi rezada por toda a assembleia uma oração a Nossa Senhora, pedindo-lhe que torne «frutuoso o ministério dos nossos diáconos, ensinando-lhes a ouvir e a anunciar com fé a Palavra», que torne «fecundos o seu ministério e a sua vida, ensinando-lhes a descobrir o valor da oração», que «os torne instrumentos da redenção de Cristo, ensinando-lhes a grandeza que consiste em se fazer pequenos», que os torne «servos bons e fiéis, ensinando-lhes a alegria de servir, na Igreja, com ardente amor». Finda a celebração da Eucaristia seguiu-se um fraterno convívio no Barranco dos Pisões que se prolongou pela tarde.

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …