No decorrer destes dias, o Algarve, em toda a sua expressão católica, na serra, no barrocal e no litoral, nas aldeias como nas vilas ou cidades, tem-se comprometido, dia e noite, em assegurar uma autêntica cadeia de oração ininterrupta em torno das vocações de especial consagração, particularmente as vocações ao sacerdócio. A diocese tem procurado então responder “ao apelo de participação orante” do Bispo diocesano, D. Manuel Neto Quintas, na sua Nota Pastoral para a Semana do Seminário. “A oração, que nos deve empenhar a todos pessoal e comunitariamente, é a base de toda a pastoral vocacional e caminho imprescindível para o discernimento da própria vocação. E é sobretudo a Eucaristia e a adoração eucarística que melhor proporcionam o encontro profundo e orante com Cristo em toda a sua plenitude, bem como a resposta ao seu chamamento”, lembrava o Pastor da diocese, acrescentando que “os nossos seminaristas e pré-seminaristas e quantos se sentem chamados a esta vocação na Igreja, encontrarão na oração da mesma Igreja reunida em Lausperene, estímulo para responder ao apelo de deixar tudo para seguir a Cristo”. Agora, praticamente chegados ao fim deste Lausperene Diocesano, os cristãos algarvios, particularmente os do Sotavento algarvio e de entre estes sobretudo os jovens rapazes, são chamados a participar amanhã, dia 12 de Novembro, em grande número, na Vigília que terá lugar, pelas 21 horas, na igreja das Ferreiras e que marcará o encerramento destes quinze dias de oração pelo Seminário Diocesano. A Vigília de encerramento, organizada em colaboração com o Sector Diocesano da Pastoral Juvenil, incluirá uma procissão de louvor ao Santíssimo Sacramento.