Importa referir o pleno significado desta «oração conjunta» («Onde estiverdes dois Eu estarei no meio de vós…») como marco de arrancada de um novo Ano Pastoral, neste sexénio em que prevalece como sinal maior orientador a expressão maternal de Maria: «Fazei tudo o que Ele vos disser…». É um sinal como o «Ide…», determinado pelo Redentor, no sentido de concretizarmos a missão evangelizadora que os Sacramentos Iniciáticos (o Baptismo, a Eucaristia e a Confirmação) nos impõem e Deus o quer. Mas nesta sua edição de 5 de Outubro de 2007 a Assembleia Diocesana reveste-se ainda do carácter de ser um «Tempo de Vésperas», como preparação e antes de acolhermos, a partir de 13 deste mês, no 90º aniversário das Aparições de Fátima, a imagem peregrina de Nossa Senhora e Nossa Mãe. Entre nós, nesta terra que sempre o foi e será de Santa Maria a «Senhora mais brilhante do que o Sol» será um farol a iluminar o nosso espírito peregrino, nesta missão voluntária, deliberada e aceite de «Peregrinando com Maria». Por isso, na sexta-feira, mesmos os que fisicamente não estivermos presentes, o que acontecerá com a grande maioria dos católicos algarvios, todos estaremos, em Faro, em comunhão e vivência participadas na Assembleia Diocesana, pedindo nas nossas orações a Deus Pai, que pelo sacrifício redentor do Filho e na plena inspiração do Divino Espírito Santo, que os trabalhos constituam um degrau significativo num «Amen. Para Glória de Deus».