Depois de ter passado na última semana pela paróquia de São Marcos da Serra, a imagem mariana chegou a Monchique para a recepção que teve início pelas 21 horas, junto ao Pé da Cruz, à entrada da vila. Seguiu-se então a procissão de velas com o andor a ser carregado em ombros pela subida até à igreja matriz. Visivelmente agradado com a resposta dada pelos fiéis das três paróquias, que agora recebem a imagem da Virgem Maria até ao final do mês de Maio – Monchique, Alferce e Marmelete –, o pároco das três comunidades não conteve o seu entusiasmo. “Se isto é assim no princípio, como não será na despedida. Podemos dizer que toda a vila esteve na recepção, porque estavam representadas as forças vivas desta terra.”, exclamou o padre José Águas. A propósito do Evangelho proclamado, com base na passagem escolhida das Bodas de Cana, onde Jesus realiza o seu primeiro milagre, o prior lembrou que “foi por Maria que Jesus deu início aos seus sinais” e que “normalmente a acção de Jesus faz-se por Maria”. “Também nós, quando queremos ir a Jesus, normalmente vamos por Maria. É a Maria que nós nos dirigimos, Ela que intercede por nós junto de Deus, junto de seu filho e por isso hoje estamos aqui, em peso, para a receber, para a louvar, para a cantar”, constatou. “Este cortejo, com estes milhares de pessoas aqui reunidos de velas acesas, lembra-me outro que aconteceu nos primórdios da Igreja, na cidade da Éfeso, quando Maria foi proclamada Mãe de Deus. O povo cristão saiu à rua acendendo archotes, cantando e louvando Maria, porque havia quem defendesse que Ela era uma mulher igual às outras, como hoje ainda acontece com tanta gente. Mas nós, que cremos n’Ela, que já sentimos tantas vezes na nossa vida a sua intercessão, também hoje saímos à rua para a cantar e louvar, para lhe dizer que a temos perto do nosso coração”, justificou o sacerdote. O padre José Águas manifestou ainda um desejo para o período em que a imagem peregrina permanece naquelas paróquias. “Vamos acompanhá-la, transportá-la e enfeitar as nossas ruas, decorando-as para Ela passar, mas vamos, sobretudo, incendiar os nossos corações para que assim como Ela foi capaz de ter misericórdia daquele casal, assim também nós, deixemos incendiar o nosso coração, para que possamos pedir por todos os homens para que Maria interceda por eles junto de Deus,”, exortou o pároco. Aqui fica restante o programa da visita da imagem da Cova da Iria àquelas comunidades paroquiais. Visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima às paróquias de Alferce, Marmelete e Monchique 6 de Maio (terça-feira) Após a missa imagem segue para a Cruz dos Madeiros Celebração Mariana 7 de Maio (quarta-feira) – Dia do doente e do idoso 15h00 – Tempo de adoração e bênção dos doentes 8 de Maio (quinta-feira) 19h00 – Ida para o Alferce. Recepção e Missa 9 de Maio (sexta-feira) 20h30 – Celebração mariana e Procissão das Velas 10 de Maio (sábado) 12h00 – Terço. Celebração e bênção dos doentes 15h00 – Ida para o Monchicão 11 de Maio (domingo) 12h00 – Missa e despedida 12 de Maio (segunda-feira) 21h00 – Igreja Matriz 13 de Maio (terça-feira) 21h00 – Ida a S. Roque. Celebração Mariana 14 de Maio (quarta-feira) 14h00 – Ida para Marmelete 15h00 – Celebração para idosos e doentes 15 de Maio (quinta-feira) Ida ao Corsino. Celebração e Terço 16 de Maio (sexta-feira) Vinda de Marmelete 21h00 – Procissão das Velas 17 de Maio (sábado) – Dia da Comunidade 11h00 – Tempo de oração para crianças e jovens 15h00 – Terço e celebração mariana 18 de Maio (domingo) 12h00 – Missa de despedida Missa nova em Monchique 19 de Maio (segunda-feira) 19h00 – Ida para as Caldas de Monchique 21h00 – Celebração mariana com Procissão 20 de Maio (terça-feira) 19h00 – Ida para os Casais 21 de Maio (quarta-feira) Tempo dedicado à catequese 21h00 – Terço e procissão 22 de Maio (quinta-feira) Solenidade do Corpo de Deus Eucaristia de despedida Ida da imagem para a Nave 21h00 – Celebração na escola da Nave 23 de Maio (sexta-feira) 21h00 – Igreja Matriz – tarde e noite da Família 24 de Maio (sábado) – Dia da Catequese 25 de Maio (domingo) Ida à Foz do Carvalhoso 16h00 – Missa 26 e 27 de Maio (segunda e terça-feira) – dias dedicados aos movimentos marianos 28 de Maio (quarta-feira) – Dia dos Grupos Bíblicos 29 de Maio (quinta-feira) – Dia das Escolas 30 de Maio (sexta-feira) 09h00 – Confissões 11h00 – Adoração 12h00 – Missa 31 de Maio (sábado) Celebração de despedida e entrega da imagem peregrina à paróquia de Silves Mais fotos, brevemente na Galeria de Imagens