O dia começou com a celebração da Eucaristia na igreja paroquial, a que presidiu o padre Júlio Tropa Mendes, pároco local e director do Secretariado da Migrações e Comunidades Étnicas, concelebrada pelo padre Oleg Trushko, assistente da comunidade ucraniana greco-católica do Algarve, prosseguindo com um almoço-convívio que teve lugar na Escola EB1 de Estoi, com as gastronomias, as músicas e as danças características de cada cultura a servirem de pretexto para a aproximação e para a convivência entre as gentes que chegam ao Algarve trazidas pelos fluxos migratórios. Na longa Eucaristia que durou mais de duas horas, animada ao som dos ritmos quentes de África e que contou com a presença do presidente da Câmara de Faro, José Apolinário, o padre Júlio Tropa Mendes fez questão de aludir à sã convivência entre os povos do mundo, todos filhos do mesmo Deus. No final da celebração indicaram-se os juízes responsáveis pela organização da edição do próximo ano.