O último aconteceu em Faro, precisamente no Seminário, na manhã do dia da ordenção presbiteral, no passado domingo, dia 8 de Outubro. Na iniciativa participada por 14 rapazes, os participantes fizeram algumas perguntas ao ainda diácono Joel Teixeira, procurando perceber “porque escolheu ser padre”, “que sinais indicadores do caminho do sacedócio percebeu na sua vida”, “se se sente feliz naquilo que faz”, “quais as suas actividades”, entre outras questões. A ocasião foi ainda aproveitada para uma sensibilização ao Pré-seminário, tendo havido a inscrição de alguns participantes.Outros encontros semelhantes foram promovidos para as vigararias de Albufeira, (com a participação de 4 elementos) e de Portimão, (com a participação de 4 elementos). Na vigararia de Lagos não pôde ser realizado por não ter comparecido qualquer participante. No dia da missa nova do padre Joel Teixeira, o próximo Domingo, dia 14 de Outubro, será realizado para a vigararia de Loulé/São Brás de Alportel. O padre Rui Guerreiro, membro da equipa formadora do Seminário diocesano refere que o balanço destas iniciativas, “ao nível da participação, tem sido pobre, mas – ressalva – falta saber quais as causas”. No entanto, “ao nível do interesse daqueles que participam tem sido muito positivo”, considera.