Sexta-feira 23 de Agosto de 2019
Inicio / Noticias / ENVELHECER COM ARTE

ENVELHECER COM ARTE

Queremos entender aqui "degeneração" não num sentido pejorativo e pessimista, mas como mera diminuição apenas de certas energias e forças. Quer isto dizer que envelhecer não significa nem é "ipso facto" "Envelhecimento", isto é, não é perda de valor e dignidade, de descrédito etc… Às vezes, assim sucede porque os homens e as mulheres não sabem preparar-se para o envelhecimento. E esta preparação não obedece a regras fixas e universais, mas depende da disposição e do cultivo de certas atitudes perante a vida. A vida que é feita de etapas e todas elas com significado pleno. É certo que com o decorrer dos anos as nossas células vão sofrendo a respectiva degenerescência, contudo, há que vencer o pessimismo e a tentação de pensar que velhice é apenas sinónimo de desgaste… Pelo contrário, é preciso pensar e convencer-se cada um, que envelhecer com qualidade, digamos assim, é procurar dar sempre um novo sentido à vida, procurando ultrapassar uma certa utopia de mero saudosismo pelo passado, e, ganhando ânimo, apostar em continuar a viver… Muitos idosos pessimistas têm medo de continuar a viver e vão repetindo lamurientos, que "já nada vale a pena"… Estes que assim pensam e assim agem, esquecem que o futuro é ou pode ser sempre um tesoiro que continua à disposição de todos. É preciso, pois, apostar no futuro, não podemos esquecer que o envelhecer pode ser uma arte, e é necessário que o seja. Vem a propósito recordar aqui o que o saudoso Papa João Paulo II costumava dizer: "o que é a velhice?" E ele próprio respondia: "É o tempo favorável para se cultivar, ainda e muito, a sabedoria do coração". É, pois, a sabedoria do coração que leva o idoso, não o velho, a não perder a jovialidade e a ter planos…

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …