Para o efeito, as equipas de animação da Frotilha de Ferragudo (escuteiros marítimos) e do Grupo Explorador de Monchique (escuteiros terrestres) prepararam um programa digno de registo, destinado à II Secção, ou seja, para jovens escuteiros com idades compreendidas entre os 10 e os 14 anos, coincidente com a comemoração do seu patrono, São Jorge. Tendo o CNE um programa educativo para cada secção etária, e propondo aos Exploradores (terrestres) / Moços (marítimos) a pedagogia da “Aventura” e da “Expedição”, as actividades desenvolvidas na Fóia decorreram sobre a temática das “Aventuras de Tarzan”. No contacto com a natureza, na lógica do “aprender fazendo” e do Espírito de Patrulha, ao longo de três dias os escuteiros fortaleceram laços de amizade, puseram em prática técnicas escutistas e comemoraram o Dia de São Jorge. Em regime de acampamento, nada faltou nesta pequena “cidade de lona”: os adolescentes montaram os seus próprios sub-campos, tiveram actividades lúdicas, envolveram-se em jogos educativos, confeccionaram as suas próprias refeições em campo, provaram inquestionavelmente que o CNE tem um método de educação integral. Do alto da Fóia, no último dia, após o levantamento do campo, dirigiram-se para a vila de Monchique, numa caminhada de cerca de quatro quilómetros, a pé, para participarem num “jogo de Vila” e almoçarem. A actividade terminou com a Celebração da Palavra, na igreja matriz de Monchique, já com a presença de muitos familiares dos escuteiros, numa cerimónia celebrada pelo diácono Manuel Chula, também ele um “nome histórico” do escutismo de Monchique. Com a equipa de animação sob a responsabilidade da dirigente Vanda Brazona, de Ferragudo, estivaram presentes neste grande acampamento de âmbito regional 230 Moços / Exploradores, tendo os serviços sido assegurados por uma equipa de jovens mais velhos (13 Marinheiros / Pioneiros, Companheiros / Caminheiros) e 59 Dirigentes. Em termos de infra-estruturas a actividade foi apoiada pela Câmara Municipal de Monchique e Bombeiros Voluntários de Monchique. Além dos Agrupamentos 383 de Monchique e 413 de Ferragudo, estiveram presentes os Agrupamentos 100 – Tavira, 173 – Lagos, 181 – Silves, 554 – Olhão, 587 – Alcantarilha, 685 – Alvor, 715 – Estômbar, 1009 – Paderne, 1107 – Alcoutim, 1172 – S. Luís (Faro), 1256 – Parchal, 1293 – Algoz, 1305 – Santo Afonso (Luz), os Agrupamentos em formação da Sé (Faro) e Carvoeiro, e elementos da Junta Regional do Algarve. Mais fotos na Galeria de Imagens