Os escuteiros de Carvoeiro (filiados nos Marítimos de Ferragudo durante o período de formação) tiveram a sua primeira acção de serviço perante a comunidade no dia 26 de Agosto de 2007, na festa em honra de Nossa Senhora da Encarnação, contando logo aí com a colaboração do Agrupamento de Ferragudo. A adesão tem sido um sucesso, tanto assim que no início de Outubro cerca de duas dezenas de crianças e adolescentes, com idades entre os 6 e os 14 anos iniciaram a sua caminhada escutista que, ao longo dos meses, foi crescendo e amadurecendo, tanto a nível da formação, em acções na comunidade, bem como na participação em actividades com outros agrupamentos e de âmbito regional. Além do papel desempenhado pelo 413 de Ferragudo, e do incentivo da Junta Regional do Algarve do CNE, que aposta na divulgação do Escutismo Marítimo na Região, após cerca de oito meses de preparação, os novos escuteiros marítimos algarvios deram um passo decisivo a um projecto de compromisso para quem se identifica livremente com a oferta educativa do CNE que visa a formação integral das crianças e dos jovens, e neste caso do Escutismo Marítimo, numa oferta mais completa em que o meio privilegiado é o mar e as actividades que lhe estão associadas. Sediados num anexo da capela de Nossa Senhora da Encarnação, os escuteiros de Carvoeiro têm contado, nesta sua caminhada, com o apoio da Junta de Freguesia local e da Câmara Municipal de Lagoa, e com uma colaboração muito activa dos pais dos seus elementos. Actualmente, dirigidos por uma equipa de animação composta por dirigentes investidos (incluindo o Assistente) e candidatos a dirigentes, o Agrupamento Marítimo em formação na Praia de Carvoeiro tem um efectivo de cerca de três dezenas de elementos, dos quais 22 foram agora investidos.