Conforme explicou a equipa do Sector Diocesano da Pastoral Juvenil (SDPJ), as actividades a ser realizadas no âmbito daquele projecto “simples e sem grandes pretensões”, poderão ir desde “debates, a visionamentos de filmes, passando por conferências, concertos, debates”, entres outros. “Este espaço será o que os jovens algarvios cristãos quiserem que ele seja, porque foi feito a pensar neles e é deles”, afirmaram. Concebido a pensar em todos os jovens cristãos algarvios, mas sobretudo nos da vigararia de Faro, particularmente os das três paróquias da capital algarvia e com estes, nos universitários cristãos a estudar na Universidade do Algarve (UALG), o ‘Espaço João Paulo II’ é uma iniciativa conjunta com a Capelania daquela academia. Trata-se também, segundo o SDPJ, de uma “homenagem ao Papa João Paulo II por tudo aquilo que fez em prol da juventude”. “Sempre foi nossa intenção homenagear o Papa João Paulo II, um apaixonado pelos jovens, fundador da Jornadas Mundiais da Juventude, um marco que perdurará na história dos Igreja e da Pastoral Juvenil”, salientaram. O Bispo do Algarve, presente na ocasião, afirmou estar “muito contente” com a iniciativa que considerou ser “uma agradável surpresa”. “Os jovens não precisaram de pedir a opinião do Bispo para criar este espaço e ainda bem”, afirmou D. Manuel Quintas. “Acho esta iniciativa excelente e penso que há muita necessidade, concretamente aqui em Faro, de espaços para os jovens se encontrarem”, complementou. O Bispo diocesano deixou ainda um apelo aos 38 jovens e animadores presentes. “Gostava que este ‘Espaço João Paulo II’ não se reduzisse a estas quatro paredes, mas que fosse também para o largo da Sé, para o jardim Manuel Bívar, ou para o início da rua de Santo António, porque este espaço não é físico, mas inspirador daquilo que vós pretendes”, disse. Considerando feliz a ideia de designar aquele espaço com o nome do saudoso pontífice, D. Manuel Quintas desejou que “haja adesão e participação” àquela iniciativa. A sessão inaugural contou com um concerto do grupo ‘Laudate’, constituído em 2006 para ajudar à evangelização da diocese algarvia. O grupo musical interpretou temas como ‘Chamados no Mar’, ‘Quem és Tu Senhor’, ‘Tu Deus de Amor’, ou ‘Teu olhar nos seduz’.