“Penso que a paróquia lhes está reconhecida pela ajuda que têm proporcionado”, refere o padre Joaquim Beato, considerando que “a presença das irmãs é gratificante e frutuosa pela acção que têm”. A irmã Angelina de Sousa, há 25 anos no Algarve, enfermeira aposentada, ainda continua, quando é preciso, a administrar injecções aos idosos e doentes.