Depois de uma tarde em que proferiu mais uma das suas palestras particularmente interpelativas o sacerdote americano, co-fundador da Congregação dos Frades Franciscanos do Renovamento Carismático, interpretou, após o jantar, alguns dos principais temas que fazem parte dos seus sete cd’s.Não só Auditório Municipal de Portimão mas também nas salas por o­nde passou, ao longo da semana em que cá esteve a convite dos responsáveis diocesanos pelo movimento do Renovamento Carismático Católico (RCC) no Algarve, Frei Stan Fortuna interpelou as assembleias que o escutaram sobre o amor de Deus pela humanidade. O sacerdote do sul do Bronx falou e cantou aos presentes sobre as implicações e responsabilidades implicitas ao facto de se ser cristão nos dias de hoje, quando o mundo parece tão adverso a essa condição. Falou da vida, do Espírito Santo, da paz, da esperança. Partilhou com todos alguns exemplos de santidade. O Papa foi uma das personalidades muito referidas pelo padre Frei Stan Fortuna. João Paulo II é um dos exemplos que mais admira pelo testemunho que transmite ao mundo e também por isso a fotografia do Sumo Pontífice com a mão sobre a sua cabeça em atitude de bênção acompanha-o sempre nas suas viagens de evangelização. Ao longo da semana Frei Stan Fortuna teve oportunidade de falar aos adultos, mas sobretudo aos jovens, a quem se sente particularmente vocacionado a pregar. O sacerdote acredita que a melhor forma de a Igreja chegar aos jovens de hoje para dar a conhecer Jesus Cristo é utilizar aquelas que são as suas formas privilegiadas de comunicação. De Vila Real de Santo António a Lagos, passando por Tavira, Faro, Loulé, Quarteira e Albufeira, vários foram os momentos de encontro com as comunidades carismáticas, grupos de alunos de EMRC – Educação Moral e Religiosa Católica, jovens membros de grupos paroquiais, entre outros.O encontro em Albufeira foi um dos que mais marcaram Frei Stan Fortuna nesta sua passagem pelo Algarve, o­nde uma plateia com cerca de 250 jovens o questionou perante os temas que tinham constituido a sua intervenção.Terminada esta sua segunda vinda ao Algarve, o­nde teve ainda tempo para apresentar a sua mais recente obra bibliográfica intitulada “Tens de Acreditar!”, o sacerdote americano rumou para Coimbra o­nde também apresentou um conjunto de palestras e seguindo depois para a Áustria.