Acompanhava a imagem um cortejo participado pelo Moto Clube do Guadiana, de Vila Real de Santo António, e por vários veículos particulares oriundos de Monte Gordo. Junto à Docapesca, onde aguardava já o pároco vilarealense, padre Feliz Pires, acompanhado por um numeroso grupo de paroquianos, foi feita a recepção à imagem mariana. Naquele momento, o sacerdote, diante das autoridades locais da PSP e da Câmara Municipal, representada pelo seu presidente Luís Gomes, e de todos os presentes, lembrou o objectivo daquela visita. “Maria vem hoje desafiar-nos a descobrir o Deus da vida, da graça e do amor”, sintetizou o pároco, lembrando que a vida de Nossa Senhora “é um cheque em branco a Deus”. “Maria acolhe a Palavra de Deus de coração disponível, pronta para o que Deus quiser dela”, justificou. A procissão, marcada por algumas estações marianas que destacaram diferentes dimensões da vida de Maria, seguiu pela avenida da República até à igreja de Nossa Senhora da Encarnação. Antes da entrada para igreja paroquial para a recitação do rosário, o andor deteve-se para a última estação, participada por muitas pessoas, incluindo vários espanhóis, que assistiram também à largada de balões amarelos e brancos. Já no interior do templo, recordaram-se as anteriores visitas da imagem de Nossa Senhora de Fátima à paróquia, em 1947 e 1954. “Através da imagem peregrina de Fátima estamos a glorificar e bendizer Maria. A sua presença no meio de nós, através da sua imagem peregrina, aviva a certeza de um prémio que é o perdão dos nossos pecados pelo seu Filho Jesus Cristo”, frisava uma paroquiana à assembleia. “Temos de ter devoção por Maria porque Ela leva-nos à santificação própria de sermos testemunhas do seu Filho Jesus Cristo”, complementava. Na homilia da Eucaristia que se seguiu à recitação do terço, o padre Feliz Pires deixou um forte apelo à coerência entre a fé e a vida. “Se formos coerentes então seremos como Maria, testemunhas de Jesus vivo e ressuscitado com a nossa vida”, advertiu. A imagem peregrina de Nossa Senhora continuará em Vila Real de Santo António até ao próximo sábado, 2 de Maio, dia em que iniciará a visita à paróquia do Azinhal. Mais fotos brevemente na Galeria de Imagens