No domingo, pelas 10.30h os paroquianos reuniram-se em redor da imagem de Nossa Senhora para a oração de laudes, seguiu-se a Eucaristia e, ao fim da tarde, a oração de vésperas, e à noite a grande procissão de velas percorreu muitas das ruas da terra. Ao longo da semana o dia começava com a oração de laudes, de tarde a oração do rosário e vésperas e em cada noite houve uma celebração mariana distinta (jovens, catequese, …). Na quarta-feira, dia 26, pelas 16h, a imagem deslocou-se à Escola Dr. João Lúcio, onde, ao longo da tarde, muitos fiéis a veneraram. À noite realizou-se a procissão de velas em direcção à igreja passando pelas urbanizações Joaquim Salvador Mendes e Atalaia-Mar, zonas habitacionais novas, longe do centro da freguesia. Aí a passagem da imagem peregrina foi um importante marco de fé e testemunho cristão e o acolhimento prestado por parte da população expressou o seu carinho para com a Mãe do Céu. Na quinta-feira, foi o dia da Eucaristia. Pelas 16h um grupo de catequese da vizinha paróquia de Moncarapacho encenou a Aparição do Anjo de Portugal aos três Pastorinhos e deu o mote à adoração eucarística que se seguiu pelos diversos grupos da paróquia até às 22h. Na sexta-feira à noite a imagem deslocou-se até à zona ribeirinha e, numa oração cantada, orientada pelo Apostolado do Mar as preces dirigiram-se à Estrela do Mar. No sábado, após a Eucaristia vespertina, decorreu a procissão do adeus. À saída da igreja o Grupo Columbófilo da Fuseta saudou Nossa Senhora com uma largada de pombos. A Senhora dos pastorinhos continuou a sua peregrinação pela Diocese do Algarve em cortejo automóvel rumo à paróquia da Conceição de Faro. Abriu o cortejo o Grupo Motard Patas Negras, que desde a primeira hora esteve presente e lhe rendeu homenagem em todas as suas deslocações. “Foi uma semana muito intensa marcada pela oração e veneração à Mãe de Deus e dos Homens. A passagem da imagem peregrina encaminhou-nos para o Seu Filho: «Fazei tudo o que Ele vos disser!»”, testemunharam alguns paroquianos.